segunda-feira, 3 de agosto de 2009

PRF CAPIM GROSSO PRENDE INDIVÍDUO COM MANDADO DE PRISÃO EM ABERTO‏

No Km 359 da BR 324 ( área do Posto PRF de Capim Grosso ), às 19:00h
do dia 02/08/2009 ( ontem ) em Capim Grosso, em operação de combate a
criminalidade, verificou-se um mandado de prisão em aberto emitido
pela Justiça de Minas Gerais referente ao artigo 129 parágrafo 1
inciso I (lesões corporais graves), em desfavor de ROMÁRIO LOPO DE
OLIVEIRA, natural de Carinhanha-BA, residente em Inhambupe-BA, 37
anos, condutor do veículo FORD CARGO 815-E de placa JRT-1518 - BA. Foi
preso e encaminhado para a Depol de Capim Grosso.

ACIDENTE MATA POLICIAL FEDERAL‏

Um acidente trágico que vitimou
fatalmente duas pessoas, perto da Cidade De Sr. do Bonfim, sendo
uma delas um Policial Federal
Na BR 407, KM 140,2 ( Povoado de Tanquinho - Sr. do Bonfim ), às
21:00H de ontem ( 02/08/2009 ), em uma COLISÃO TRANSVERSAL
envolvendo DOIS VEÍCULOS, vitimou fatalmente 02 pessoas:

Veículo 01:

HONDA CIVIC - PLACA JSG - 9883 -BA
Condutor - EDUARDO HENRIQUE LIMA DE SOUZA, 32 ANOS, NATURAL DE
CURAÇÁ ( POLICIAL FEDERAL ) - MORTO
Passageira - GEMA DOS SANTOS ZEROLA - 16 ANOS - RESIDENTE EM
JUAZEIRO . MORTA
VEÍCULO VINHA DE SALVADOR COM DESTINO A JUAZEIRO

Veículo 02:

ÔNIBUS - PLACA - BWI - 7907 - BA

Condutor: DOMINGOS CARLOS OLIVEIRA MAIA, 28 ANOS - LESÕES LEVES
VEÍCULO ESTAVA COM 37 PASSAGEIROS, SENDO QUE TRÊS DELES TIVERAM
LESÕES GRAVES

Abertas inscrições para o concurso da Polícia Federal

Foram abertas hoje (03) e vão até o dia 18 as inscrições para o concurso da Polícia Federal. São 600 vagas: 400 para o cargo de escrivão e 200 para agente policial.

Para se inscrever é necessário ter curso superior em qualquer área. As inscrições custam R$ 110 e podem ser feitas através do site da Polícia Federal. www.dpf.gov.br .

Detran baiano adota blitz eletrônica

O Detran da Bahia vai implantar um novo sistema de blitz e utilizar equipamentos para flagrar quem não pagou IPVA, tem multa e carro roubado. Em no máximo 90 dias deve ser publicado o edital para concorrência pública, através da qual será escolhida a empresa que vai implantar o novo sistema de blitz. A intenção é colocar os novos equipamentos em funcionamentos ainda neste ano, em dezembro.

Quem tiver qualquer restrição, seja por multa, inadimplência, roubo de veículo ou clonagem de placa, vai ser detectado em questão de segundos e atuado em flagrante. A inovação faz parte do projeto de modernização da fiscalização gestado na diretoria de veículos do Detran baiano, a cargo do major Robson Pacheco.

MEC prorroga inscrição de formação de professor

O Ministério da Educação (MEC) adiou para o dia 9 de agosto o fim do prazo de inscrição no Plano Nacional de Formação de Professores.

São oferecidas 57.784 mil vagas para qualificar professores de escolas públicas em exercício que não têm curso superior ou atuam em área diferente da qual se formaram.
Maiores informações no site do ministério da educação www.mec.gov.br/

Cresce a prática do trabalho escravo na Bahia

Aumenta de forma preocupante a prática do trabalho escravo na Bahia. Segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, 294 trabalhadores foram libertados em fazendas da região Oeste e carvoarias nos últimos dois anos.
A Campanha de Erradicação do Trabalho Escravo realizada recentemente em Salvador apontou como uma das suas principais preocupações a crescente retomada da migração para os pólos do agronegócio, tornando os trabalhadores vulneráveis para diversos tipos de exploração.
A Campanha de Erradicação do Trabalho Escravo e Degradante da Bahia é composta por várias entidades da sociedade civil. Um fato bastante significativo, constatados pelas entidades, é que todas são unânimes quanto os altos índices de migração, principalmente em direção ao Oeste baiano e a região de Juazeiro (BA), onde esta havendo o aquecimento da fruticultura.
As entidades elaboraram diversos dados de encaminhamentos como: a realização de audiências com os órgãos públicos, tanto os fiscalizadores, como os responsáveis em promover as políticas públicas de enfrentamento do trabalho escravo e degradante; a promoção de oficinas para elaboração de denúncias; a realização de seminários e programas de rádio para divulgação e informação da sociedade; e a aplicação de um diagnóstico sobre a migração no estado.