domingo, 6 de setembro de 2009

FAMÍLIA DE ASSASSINO DE MÉDICA QUESTIONA SUICÍDIO

Para a família de Gilvan Cleucio de Assis, que no mês passado matou a médica Rita de Cássia Tavares Martinez, não houve suicídio na ocasião da morte do assassino confesso ocorrida na noite de sexta-feira (4). Segundo os colegas de cela, ele havia passado o dia tranquilo depois de ter feito a reconstituição do crime, e só notaram que ele estava pendurado por uma corda no banheiro da cela depois das 22h, quando os presos são reunidos para o período de sono. A própria família de Gilvan não acredita que ele tivesse motivos para se matar, uma vez que estava triste e tinha consciência do que tinha feito, mas não demonstrou nenhum sinal de que daria cabo da própria vida. Fábio André Montenegro, perito criminal do Instituto de Criminalista Afrânio Peixoto (Icap), afirma que um laudo pericial precisa ser confeccionado para confirmar se houve homicídio ou suicídio.

Caminhão colide com animal próximo ao povoado de Fumaça


Na manhã de domingo (06/09), na BA que liga Senhor do Bonfim a Jacobina, um caminhão truk vermelho carregado de verduras, colidiu com pelo menos com 4 animais solto na rodovia, no trecho próximo a localidade Fumaça pertencente ao município de Pindobaçu, o motorista seguia sentido Pindobaçu a Antonio Gonçalves.
No momento da colisão o motorista perdeu o controle vindo a capotar o veiculo, a carga não foi saqueada, sendo retirada do local e colocada em outro caminhão da mesma empresa.
Populares aproveitaram boa parte dos animais que morreram na colisão.





Caminhão tomba e é saqueado em Juazeiro


Um caminhão carregado de cerveja tombou por votas das 13h30 de sábado (05) no contorno da rodovia Lomanto Júnior, próximo ao Batalhão de Polícia de Juazeiro.

O lugar, que já é palco de acidentes, recebeu dezenas de curiosos e vários carros que paravam e levavam as caixas de cerveja, num verdadeiro saque em plena luz do dia. Ninguém se feriu.

Casa de Farinha é inaugurada em Filadélfia

“Tenho certeza que a nossa empresa vai ser um orgulho para a micro e macro região de Filadélfia”. Foi assim que Genivaldo Almeida, presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Jacaré, resumiu o seu discurso na solenidade de inauguração da Casa de Farinha, na última sexta-feira (04). A associação do Jacaré está localizada no município de Filadélfia, norte do estado, e reúne mais de cem produtores de mandioca, principal cultura na região, cultivada sem irrigação.

Vários tipos de farinha, além de fécula de mandioca devem ser produzidos no local, seguindo os padrões da Vigilância Sanitária. A Casa de Farinha é fruto de uma parceria entre o Instituto do Sagrado Coração de Maria, através de um fundo de solidariedade que financiou a compra de equipamentos, governo do estado da Bahia e Sebrae.

As Cidades próximas a Filadélfia são potenciais compradoras: Senhor do Bonfim, Jacobina, Campo Formoso, Itiúba, entre outras. O projeto de Compra Antecipada da Conab é outra promessa para o escoamento da produção. “Paraíso da Mandioca” foi o nome escolhido para a marca dos produtos que vão sair da Casa de Farinha.