sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Zona de risco


O vereador Gustavo Miranda do PC do B, disse que os moradores da rua operários da Leste, local onde aconteceu a trágica morte do jovem Eduardo Terra Nova, fato ocorrido na última terça-feira dia 10, vivem em zona de risco com aproximação da rede de alta tensão com uma voltagem de 13.800 (treze mil e oitocentos) watts, para Gustavo tanto a prefeitura quanto a Coelba tem responsabilidade com o caso, pois tanto um quanto o outro poderiam ter embargado a obra ou as inúmeras obras irregulares no município.
Gustavo defende de caráter urgente urgentíssima, a contratação de um engenheiro de segurança do trabalho por parte do município, para acompanhar as inúmeras obras irregularidades.

Fonte: Assessoria da Câmara

Irresponsabilidade da Prefeitura e da Coelba

O vereador Tavinho do PMN, ao usar a tribuna da Câmara culpou a Coelba e a prefeitura pelo descaso com a questão das redes irregulares, o vereador citou pelo menos quatro casos já registrados em nosso município.
Para Tavinho tanto a Coelba quanto a prefeitura são responsáveis pelas obras irregularidades, pois o município não fiscaliza.
Tavinho taxou de vergonhoso o descaso do governo do estado no que se relaciona ao médico Legista.
Disse ainda que a prefeitura precisa definir o que vai acontecer com a Praça Alexandre Góes que até o momento não foi inaugurada e completamente abandonada.


Fonte: Assessoria da Câmara

Itiuba ganha Abatedouro

A prefeita de Itiuba, Cecília Petrina(PT), foi mais esperta do que todos os oito prefeitos da região: (Campo Formoso, Antonio Gonçalves, Pindobaçu, Filadélfia, Ponto Novo, Andorinha, Senhor do Bonfim e Jaguarari) Cecília largou na frente e conseguiu com recursos do governo Federal um abatedouro que terá condições em atender toda nossa Região com a capacidade de abate de 500 bois por dia e mais de 200 Caprinos, mesma capacidade do Abatal de Juazeiro explorado pelo Bonfinense Toinho Cerqueira, que acabou de ganhou nesta quinta-feira dia 12, a licitação do abatedouro de Petrolina em Pernambuco.
Cecília Petrina teve competência de elaborar o projeto e a coragem de entrar com a contra partida dos recursos, requisitos necessários para conquistas de grandes obras, sabemos que toda grande obra tem a contra partida do município, nesse caso é preciso ousadia por parte do gestor que muitas das vezes gasta demais com festas e não sobram recursos para tais ações.

Fonte: Canal aberto

Nosso campeão Pan-americano Mestre Vugner uma história de vitórias



Vugner Silva, faixa preta de jiu-jitsu, inciciou seu treinamento em 1998, e de lá pra cá não mais parou, faixa preta há cinco anos, e 9 vezes campeão baiano
Duas lutas de vale tudo, duas vitórias por nocaute
Vice-campeão Rio internacional open de jiu-jitsu,
Bi campeão Norte nordeste
Campeão pan-americano.
Esses três últimos todos em 2009, atual líder do ranking baiano 2009, na categoria pena.



Dia Mundial do Diabetes

Retinopatia diabética aparece em 100% dos portadores e pode cegar


De acordo com a International Federation of Diabetes (IDF), a estimativa é de que mais de 2,5 milhões de pessoas no mundo estão afetadas pela retinopatia diabética. No dia em que as consequências do diabetes na saúde são alertadas em todo o mundo - 14 de novembro - o oftalmologista especializado em retina mo Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB), Sérgio Kniggendorf, insiste que todo o diabético precisa fazer acompanhamento oftalmológico assim que receber este diagnóstico. "Em 100% dos casos de diabetes a retinopatia irá se desenvolver", informa.

A retinopatia diabética ocorre por que há um estreitamento dos vasos sanguíneos da retina, no fundo do olho, além de enfraquecimento da sua parede e precisa ser tratada. O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) estima que mais de 75% das pessoas que têm diabetes mellitus há mais de 20 anos sejam portadoras de retinopatia diabética. Já o International Federation of Diabetes destaca que os portadores de diabetes Tipo 1 devem procurar o oftalmologista em até cinco anos após o diagnóstico recebido. Os diabéticos Tipo 2, devem buscar orientação oftalmológica no momento em que recebem o diagnóstico de deficiência de produção ou de ação da insulina, o que caracteriza o diabetes.

A cada 10 segundos, conforme o International Federation of Diabetes, duas pessoas desenvolvem o diabetes no mundo e a expectativa é de que até o ano 2025 o maior aumento de ocorrências da doença será em países em desenvolvimento.

Controle - Segundo Kniggendorf, a retinopatia diabética ocorrerá mesmo com a glicemia controlada, e a isquemia e o edema têm que ser tratados antes que o diabético perceba suas consequências. "A luta do oftalmologista diante de um paciente diabético é para impedir que a retinopatia evolua para a perda da visão, causada pela proliferação dos vasos anormais e doentes, pelo edema macular e o descolamento de retina", declara.

O médico do HOB salienta que aqueles que mantém a glicemia controlada terão uma progressão lenta da retinopatia, já aqueles que não a controlam, enfrentarão o problema antes.

Mesmo sem sintoma de retinopatia diabética, todo o diabético deve ir uma vez ao ano no oftalmologista, "mas não para fazer exame comum, é fundamental sinalizar que precisa fazer exame de fundo de olho", aconselha o médico. Ele alerta que algumas vezes a visão é 20/20, ou seja, considerada normal, e já há lesão na periferia da retina requerendo tratamento

Disfarce - O diabético, não operado de catarata, deve estar com a glicemia controlada quando vai ao oftalmologista, do contrário, erros de prescrição de óculos poderão ocorrer. Ocorre que a glicemia alta, descontrolada provoca inchaço do cristalino e, em alguns casos, leva ao embaçamento temporário da visão e pode alterar o grau dos óculos, explica Kniggendorf.

Mais Informações:
Assessoria de comunicação do HOB
Teresa Cristina Machado / José Jance Marques

Dia Nacional da Alfabetização

Alfabetizadores são detectores de problemas oculares que atrasam o aprendizado das crianças

O Dia Nacional da Alfabetização será comemorado no dia 14 de novembro (sábado) e de acordo com o último Censo Escolar do Ministério da Educação (MEC) realizado em 2006, há mais de 5,5 milhões de alunos em processo de alfabetização, na pré-escola, no Brasil. Desses, mais de 53,5 mil são portadores de baixa visão. "O professor é um agente muito importante no combate aos problemas de visão que podem acometer as crianças na idade de alfabetização. Existem sinais que se manifestam nos alunos, aos quais alfabetizadores devem ficar atentos para encaminhar a criança para um oftalmologista em tempo de recuperar a visão e o aprendizado", aconselha a oftalmopediatra do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB), Dorotéia Matsuura.

Ainda segundo dados do Censo Escolar, as regiões apresentam o seguinte quadro: Sudeste detém 2,2 milhões de estudantes em processo de alfabetização e, desses, cerca de 14 mil apresentam problemas de visão. Já no Centro-oeste, dos 313 mil alfabetizandos, cerca de 2 mil têm dificuldades de visão. Na região Sul, 600 mil estão se alfabetizando e quase 3 mil mostram deficiências de visão. No Nordeste, são 1,8 milhão de estudantes em processo de alfabetização e concentra o maior número de alunos nessa fase com baixa visão do país. São cerca de 25 mil. No Norte, dos 500 mil estudantes que se alfabetizam cerca de 4 mil apresentam problemas de visão.

Sinais - Dorotéia Matsuura explica que o mal rendimento em sala de aula pode ser um sinal de que algo não vai bem com a visão da criança. "Muitas vezes a criança já é estigmatizada como desinteressada, mas, na verdade sofre com problemas de refração, como miopia, hipermetropia ou astigmatismo, por exemplo". Outro comportamento frequente entre crianças em idade de alfabetização é a troca de letras. "É muito comum crianças com baixa visão confundirem as vogais cursivas fechadas como a e o ou consoantes semelhantes como o q/g ou m/n".

A oftalmologista enumera como principais indícios de problemas oculares nas crianças:

I. Mal rendimento em sala de aula;

II. Confusão de letras;

III. Lacrimejamento excessivo;

IV. Dificuldade de ler o que está no quadro;

V. Coceira nos olhos;

VI. Vermelhidão ocular.

Doenças - Os principais problemas oculares que se manifestam na idade de alfabetização (até os 7 anos) são:

Erros refrativos - São os defeitos de qualidade de visão como a miopia, hipermetropia e astigmatismo. "A miopia é a dificuldade de enxergar de longe. O olho do míope é longo e a imagem se forma antes da retina. Já a hipermetropia é a dificuldade de enxergar de perto já que o olho é pequeno e a imagem se forma depois da retina. E o astigmatismo ocorre quando a visão fica embaçada, com mais de um ponto de foco. Não se vê bem o que está na vertical ou na horizontal", explica o especialista em refração do HOB, o oftalmologista Canrobert Oliveira.

Estrabismo - A oftalmopediatra do HOB explica que o estrabismo é a diferença de alinhamento entre os olhos. "Os principais sintomas do estrabismo mostram olhos desalinhados e movimentos oculares sem coordenação. Além desses sinais, a criança pode apresentar visão dupla e perda de profundidade da visão", conta.

Ambliopia - É a diferença da qualidade da visão entre os olhos. "O dano só é reparado com tratamento até 8 anos. A partir dessa idade, o sistema neurológico-visual já está desenvolvido e não é possível mais correções dessa natureza", explica a oftalmologista Hanna Flávia Gomes.

Conjuntivite - É a inflamação da membrana ocular, acompanhada de vermelhidão e secreção. "A causa da conjuntivite pode ser infecciosa, alérgica ou tóxica. Seu contágio é muito frequente nas escolas, principalmente até os 7 anos de idade porque as crianças nessa faixa etária interagem bastante", explica Dorotéia.

A Data - O Dia Nacional da Alfabetização é comemorado em 14 de novembro. A data foi criada em 1966 para estimular reflexões e práticas de educação e cidadania.

Mais informações
Teresa Cristina Machado / José Jance Marques

Igara receberá amanhã comitiva e convênio para praça poliesportiva

A população do distrito de Igara vai ganhar uma Praça de Convivência a ser construída pelo Governo do Estado em parceria com o município de Senhor do Bonfim. Estão previstos para a obra serviços como piso, calçamento, paisagismo, espaço para competições de skate, lanchonete e sanitários, além dos complementos e detalhes que cabem nesse tipo de estrutura.

Baluarte

A solenidade de assinatura do convênio – amanhã (dia 13), às 11 horas, na Igara – terá as presenças do diretor Geral da Sudesb, Raimundo Nonato (Bobô) do prefeito Paulo Batista Machado, dos secretários Nilton Vasconcelos (Trabalho, Emprego, Renda e Esporte), Afonso Florence (Desenvolvimento Urbano), vereador Ivan Barbosa de Castro (um dos grandes baluartes do empreendimento), outros parlamentares e autoridades. No mesmo ato público, o prefeito inaugurará a reforma de dois postos policiais, a construção de abrigos cobertos em pontos de ônibus e a entrega de escrituras de terrenos a pessoas carentes.

Com a conclusão da Praça de Convivência prevista para o 1º semestre de 2010 a obra requer um investimento do Governo do Estado superior a R$ 700 mil, sem contar com a contrapartida da Prefeitura de Senhor do Bonfim, que vai investir na construção dos projetos complementares (serviços hidrosanitários e elétrico e na iluminação da área externa e estrutural dos equipamentos). O prefeito Paulo Machado tem plano de inauguração para maio de 2009.

ADVOGADO BONFINENSE É ESPECIALISTA NOTA 10‏

O advogado bonfinense, Josemar Santana, acaba de receber o Parecer do Núcleo de Pós-Graduação da Faculdade Baiana de Direito e Curso JusPodium, aprovando a sua monografia apresentada para obtenção do título de Especialista em Direito Público.

O tema da Monografia versa sobre GREVE, DEMOCRACIA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE: reflexões sobre o direito de greve do servidor público, no Brasil e na avaliação do Coordenador do Curso de Especialização em Direito Público, Professor-Doutor Robério Nunes dos Anjos Filho (Procurador da República), "o corte metodológico utilizado pelo aluno (Josemar Santana) foi bastante profundo e ousado, demonstrando coragem em enfrentar temas áridos", isto é, temas difíceis e raros.

Para o Coordenador da Especialização, a redação de Josemar é boa e a sistematização do trabalho está muito bem feita, acrescentando que o tema abordado é bastante interessante, especialmente no que diz respeito à descrição do movimento sindical e ao entendimento de que o princípio democrático e a participação popular funcionam como pressupostos asseguradores do direito de greve do servidor público no Brasil.

Doutor Robério ainda elogiou o destacado trabalho de pesquisa jurisprudencial que alimentou o trabalho, além de outras fontes de pesquisas utilizadas para dar suporte ao tema da Monografia, concluindo o seu Parecer dizendo: "considerando os objetivos próprios da pós-graduação LATO SENSU e em virtude dos critérios supramencionados, confere-se a nota 10 (dez) à monografia apresentada".

O Professor-Doutor em Direito Público, Robério Nunes, recomendou ao advogado Josemar Santana que editasse livro com o conteúdo de sua Monografia, reconhecendo que o trabalho vai ser de excelente contribuição para a classe sindical e para os estudiosos do assunto, sugestão que foi prontamente aceita pelo advogado bonfinense.

JOGOS ABERTOS 2009‏

NO ÚLTIMO FINAL DE SEMANA AS EQUIPES DE HANDEBOL FEMININO E BASQUETE MASCULINO DE SENHOR DO BONFIM, FORAM ATÉ A CIDADE DE MIGUEL CALMOM, ONDE PARTICIPARAM DO ZONAL DA REGIÃO NORTE DOS JOGOS ABERTOS DO INTERIOR 2009.
AS DUAS EQUIPES CONFIRMARAM O FAVORITISMO, E DE FORMA INVICTA CONQUISTARAM A COMPETIÇÃO SE CLASSIFICANDO PARA AS FINAIS QUE ACONTECEM DE 10 A 13 DE DEZEMBRO NAS CIDADES DE ILHÉUS E ITABUNA NO SUL DA BAHIA.
O BASQUETE MASCULINO E O HANDEBOL FEMININO BONFINENSE SÃO OS ATUAIS PENTA CAMPEÕES DO ZONAL DA REGIÃO NORTE DA BAHIA.
O HANDEBOL FEMININO É TAMBÉM BI CAMPEÃO GERAL DA BAHIA, VENCEU EM 2007 E 2008 E TENTA AGORA O TRI CAMPEONATO, O BASQUETE VAI COMO UM DOS FAVORITOS AO TÍTULO EM 2009 E POR SUA VEZ, TENTA LEVANTAR PELA PRIMEIRA VEZ A TAÇA DE CAMPEÃO GERAL DA COMPETIÇÃO.