sábado, 2 de janeiro de 2010

Homem é preso com 117 km de dinamite dentro de casa, em Remanso


Uma briga de casal levou a Polícia Civil de Remanso, a 705 km de Salvador, a descobrir 117 kg de dinamite guardados dentro da residência de Dorizar Ribeiro das Neves, de 45 anos.

De acordo com a queixa prestada pela companheira de Dorizar, Sandra Gomes da Silva, os dois teriam se desentendido e ele a teria agredido e ameaçado, dizendo que iria ‘explodir’ Sandra com as dinamites que tinha em casa. Dorizar está preso na cadeia pública de Remanso por agressão e ameaça à companheira e por posse de artefatos explosivos.

A polícia encontrou na casa, onde Dorizar morava com Sandra e uma filha de 1 ano e 10 meses, localizada na Avenida Eunápio Peltier de Queiroz, a principal da cidade, cinco caixas contendo 318 ‘bananas’ de dinamite.

Dorizar das Neves trabalha na Empresa EGC, que realiza as obras de saneamento no município e é responsável pela compra, utilização e transporte dos explosivos que são usados para quebrar pedras no solo e colocar os dutos.

À polícia ele afirmou que já tem 19 anos de experiência com esse material e acreditava estar agindo de forma correta, pois achou ser mais seguro guardar os explosivos em casa do que na empresa, “onde as pessoas não tinham noção dos riscos”.

Empresa não sabia
Segundo o depoimento do engenheiro de produção da empresa, Danilo Cezar da Silva Cardoso, os explosivos realmente pertenciam à empresa, mas que ele não sabia que eram guardados na casa do funcionário.

“Ele disse ainda que não sabia se toda aquela dinamite era para ser usada apenas nas obras da cidade de Remanso ou nas demais, onde a empresa é responsável por trabalhos semelhantes”, informou o delegado de Remanso Élery Siqueira.

Os explosivos foram levados para a delegacia, de onde foram retiradas por dois representantes do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados do 72º Batalhão de Infantaria em Petrolina (PE) e por policiais civis de Juazeiro.

A policia informou que deverá ser instaurado inquérito administrativo para apurar a situação da Empresa EGC quanto à documentação, e os envolvidos serão notificados.

Novos valores do salário mínimo e do seguro-desemprego já estão em vigor


Já estão em vigor, desde zero hora de ontem (01), os reajustes do salário mínimo, que passou de R$ 465 para R$ 510, e do seguro-desemprego, que agora está entre R$ 841,89 e R$ 954,21, de acordo com informação do Ministério do Trabalho e Emprego.

O valor do salário mínimo teve aumento de 9,67%, por meio de medida provisória assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na última quarta-feira (23), às vésperas do Natal. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) imediatamente reajustou o seguro-desemprego em igual percentual, para entrar em vigor no mesmo dia.