terça-feira, 16 de março de 2010

Piscina semi-olímpica será inaugurada no próximo dia 20


O governo municipal entrega para a população bonfinense, no próximo sábado, dia 20, a piscina semi-olímpica, construída no Complexo Esportivo José Amilcar, anexo ao Estádio Municipal Pedro Amorim Através de parceria da Prefeitura com a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) foram investidos recursos da ordem de R$202 mil.

“O objetivo é investir no desenvolvimento dos jovens atletas da cidade”, destaca o prefeito Paulo Machado. Esta será a primeira piscina semi-olímpica do norte baiano. “Trata-se de um marco, principalmente se considerarmos que Bonfim é um celeiro de bons atletas em diversos esportes”, afirmou.

A inauguração, a partir das 15 horas deste sábado, contará com as presenças do diretor-geral da Sudesb, Raimundo Nonato (Bobô), além do prefeito Paulo Machado e outras autoridades. No evento, aberto ao público, haverá apresentação do nado sincronizado da Bahia.

Itiúba - Suplente de vereador que fez "greve de fome", é lançado a deputado


O político de Itiúba, Bahia que fez greve de fome nacional pela recomposição das câmaras municipais de todo o Brasil, conseguindo emendar a Constituição do Brasil, Aroldo Pinto de Azeredo, foi lançado pré-candidato a deputado estadual para representar o PSB na micro região de Senhor do Bonfim.
Aroldo Pinto esteve recentemente em audiência com o governador Jaques Wagner e este prometeu verificar a possibilidade de emancipação do Distrito de Rômulo Campos e instalação de um Campus da UNEB em Itiúba ou Cansanção.
Perguntado sobre sua candidatura a deputado estadual, Aroldo Pinto foi firme: "É uma candidatura que nasce da vontade do povo de Itiúba, como também de suplentes de vereadores de todos os municípios da Bahia. Está na cabeça das pessoas a sede de mudança e renovação, bem como a necessidade de valorizar prata da casa, sou candidato e não abro pra ninguém”, concluiu Aroldo Pinto.

Diocese muda nome de Caminhada e gera polêmica em Jacobina


A mudança do nome de “Caminhada da Luz” para “Caminhada Penitencial” pode tirar um pouco do brilho da Semana Santa em Jacobina. A realização da sétima edição do evento, idealizado pelo Capitão Assunção Sobrinho, no segundo governo do ex-prefeito Leopoldo Passos, passou a ser motivo de polêmica na cidade, desde o último sábado, 13, quando a imprensa falada repercutiu a notícia da mudança do nome da caminhada. A partir de então, o assunto virou tema obrigatório nos programas radiofônicos locais.
A decisão de introduzir o nome de “Caminhada Penitencial” teria partido de Dom Francisco Canindé Palhano, bispo da Diocese de Senhor do Bonfim, responsável pelo gerenciamento da Igreja Católica na região. A justificativa, segundo se comenta, seria em razão de haver certa incongruência em se fazer “festa, com luz, cânticos” exatamente na Quinta-feira Santa, dia marca que o fim da Quaresma e o inicio do Tríduo pascal na celebração que relembra a ultima ceia de Jesus Cristo com os doze Apóstolos. Até o momento, o padre João Zacarias, pároco local, ainda não se posicionou oficialmente sobre o assunto. Na cidade, muitos ainda alimentam a esperança de que a Diocese volte atrás, mas, dentro da Paróquia de Santo Antonio de Jacobina, comenta-se que a decisão é de caráter irrevogável. Vale lembrar que em 2008, através do projeto de lei Nº 17.096/2008, o deputado Sérgio Passos (PSDB) incluiu a Caminhada da Luz, do município de Jacobina, no Calendário Oficial de Eventos do Estado da Bahia.