sexta-feira, 23 de abril de 2010

III CAMPEONATO REGIONAL DE BASQUETE

Este final de semana começa o III Campeonato Regional de Basquete, principal competição de basquete entre clubes do Norte da Bahia e que contará este ano com equipes das cidades de Senhor do Bonfim, Campo Formoso, Ponto Novo e Petrolina.
A equipe a ser batida mais uma vez é o Independente/Bonfim que liderado pelos cartolas Ricardo Veras e Eugênio buscam a conquista do 4º Título consecutivo.

A competição promete ser uma das mais disputadas dos últimos anos.

É esperar para ver.

JOGOS DO FINAL DE SEMANA

HORA LOCAL EQUIPE A X EQUIPE B
17:00 GEPB ASSOCIAÇÃO BONFINENESE X ABPN/PONTO NOVO
18:30 GEPB INDEPENDENTE X PETROLINA
10:00 GEPB ABPN/PONTO NOVO X INDEPENDENTE
11:30 GEPB ESMERALDA/C. FORMOSO X ASSOCIAÇÃO BONFINENESE


OS JOGOS ACONTECERÃO NO GINÁSIO DE ESPORTES PAULO BRAGA


Alberto Longuinho/LBB

PRF CAPIM GROSSO RECUPERA MOTO ROUBADA EM SP‏

Hoje (23/04/2010), às 10h50min, na BR 324, Km 407 (Nova Fátima), Policiais Rodoviários Federais do Posto 02 - Capim Grosso, em fiscalização de combate a criminalidade, abordaram o veículo Yamaha 125, que estava com a placa "fria" DHI - 8041 - SP, e era conduzida por Carlos Gurlan Souza Lones, natural de Retirolância - BA, pintor. Ao ser
feita consulta DO NÚMERO DO CHASSI E DO MOTOR, através do Sistema SERPRO, constatou-se tratar do veículo com a placa original DHI - 7983 - SP, que consta registro de FURTO/ROUBO, datado em 20/09/2003, na cidade de Carapicuíba - SP. O condutor foi preso em flagrante por receptação, sendo encaminhado, juntamente com o veículo, para a Depol da Cidade de Nova Fátima, a fim de serem tomadas as providências cabíveis.

Por:Insp. Lopes Júnior

Vaqueiro tem reconhecimento e terá a profissão regulamentada


Dentre as 38 moções propostas à plenária final da II Conferência Nacional de Cultura, que aconteceu em Brasília, de 11 a 14 de março, uma foi a moção de apoio ao Reconhecimento e Regulamentação da Profissão de Vaqueiro, proposta pelo poeta, antropólogo e estudioso dos vaqueiros da Bahia, Washington Queiroz.
Ele esteve na Pré-conferência de Patrimônio Imaterial como delegado representante da sociedade civil pela Bahia, onde foi eleito pela região Nordeste delegado representante desta Setorial, no II CNC; e também como delegado, eleito para representar o Conselho Estadual de Cultura da Bahia. Foi aprovada na plenária final da II CNC, com a presença de cerca de mais de 800 delegados de todos os estados brasileiros.
Pelo Regimento da Conferência, para uma moção poder ir à votação da sua plenária final, precisava ter um mínimo de 20% de assinaturas dos delegados presentes. A moção proposta, angariou 347 assinaturas, sendo a terceira que mais apoio obteve, aproximadamente 40% de assinaturas dos presentes.
Presente à plenária da votação o ministro Juca Ferreira, parabenizou o conselheiro feirense pela aprovação da moção e chamou a sua atenção no sentido de “não deixar cair no esquecimento, pois isso é importante e tem muitas conseqüências positivas para a cultura do Nordeste, em especial, mas também de todo o país.”

Boleto vencido poderá passar a ser pago em qualquer banco

Boletos bancários vencidos poderão passar a ser pagos em qualquer banco e não apenas no banco emissor do documento.
Projeto de lei com essa finalidade, de autoria do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) está pronto para entrar em votação na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA). A proposta já foi aprovada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e, depois do exame na CMA, segue para decisão terminativa na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE)
O projeto (PLS 138/09) também determina que, na hipótese de o pagamento ser realizado com atraso, a multa e os juros devidos pelo consumidor serão calculados pela agência bancária responsável pelo pagamento. A medida vai alterar a lei que dispõe sobre a atuação das câmaras e dos prestadores de serviços de compensação e de liquidação, no âmbito do sistema de pagamentos brasileiro (Lei 10.214/01).
Antônio Carlos Valadares destacou, ao justificar a proposição, que a intenção é evitar que o consumidor se desloque à agência do banco emissor do boleto bancário para pagar o título após a data de vencimento.
Para o autor da matéria, a medida tem viabilidade, uma vez que o sistema de pagamentos adotado no Brasil permite a integração entre as instituições financeiras e possibilita a cada uma delas, com base nas informações constantes no documento, fazer o cálculo do valor total a ser pago pelo consumidor. Instituições financeiras que descumprirem a determinação, prevê ainda o projeto de lei, ficarão sujeitas a sanções legais.
O relator na CMA, senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), apresentou voto favorável à matéria. Em seu parecer, ele observou que "o projeto vai poupar o consumidor do deslocamento até uma agência do banco emissor do boleto, das enormes filas e do consequente desperdício de tempo, no caso de pagamento após a data de vencimento do título".