terça-feira, 8 de junho de 2010

Policiais civis retomam as atividades nesta quarta

Em assembléia realizada na tarde desta terça-feira (8), policiais civis da bahia decidiram acabar com a greve iniciada no último dia 19 de maio. Os agentes retomam as atividades a partir das 8 horas desta quarta-feira (9), mas o sindicato da categoria afirma que o estado de greve continua.

Os policiais querem a aprovação do Projeto de Emenda Constitucional – PEC 300, que cria um plano de cargos e salários com piso salarial de R$3.500 para policiais de nível médio e R$7 mil para os agentes de nível superior.

SÃO PEDRO EM ANDORINHA

FORRÓ NOS BAIRROS

Xote pé-de-serra e participação popular agitaram o Santos Dumont


A banda Feitiço de Menina abriu neste sábado (5) no Santos Dumont a segunda noitada do circuito do Forró nos Bairros com repertório bastante fiel ao forrozão pé-de-serra. Os vocalistas Nivaldo Guerreiro e Armando Peixe fizeram exaltação ao que o São João pede: sanfona, arrasta-pé, xote e baião. A presença instrumental de teclado e guitarra na banda nem chegaram a comprometer o forrozão tradicional. O zabumba e o repertório comandaram o charme junino.

A qualidade da musical da abertura facilitou a programação da noite e o folguedo entrou “no clima” mais cedo. O concurso de casal dançarino, improvisado pelo William Gil, foi um show à parte. O público se envolveu diretamente, foi ele mesmo o jurado que escolheu o melhor par da noite, Zé Tota (38), da Olaria e Maria Rita (48) do Bonfim III, casal que ganhou duas caixas de Schin, marca da cervejaria parceira do São João de Bonfim – Capital baiana do forró. O concurso da Rainha do São João manteve a bela mulata Gardênia na frente, perseguindo a coroa.

No auge da alegria a dupla Deraldo Mendes/Daiane Mendes (pai e filha, fez o que sabe: cantar com teclado e guitarras como principais acompanhamentos. A linhagem de suas canções forrozeiras caiu no gosto da moçada e rapaziada até 2 horas da manhã do domingo. Não faltou por lembrança melódica o Dominguinhos e por letras conhecidas o Humberto Teixeira, parceiro nº 1 do Rei do Baião Luiz Gonzaga. A palavra final do Forró nos Bairros no Santos Dumont foi do locutor agradecendo a presença de tanta gente “importante” como disse ele ao se referir a profissionais liberais de renome, ao prefeito Paulo Machado e visitantes de cidades vizinhas. Mas a decoração da pracinha e a proximidade com o Centro Cultural, em uma das entradas da cidade foram elogiadas.


CIRCUITO RESTANTE DO FORRÓ NOS BAIRROS

18 de junho – RUA IRECÊ

20:00h Eduardo Nascimento

22:00h Atração Cultural

23:00h Concurso Rainha do São João

00:00h Miguel Araújo

19 de junho – OLARIA

20:00h Forró Suar

22:00h Atração Cultural

23:00h Concurso Rainha do São João

00:00h Forró Xote Kolado.com

20 de junho - GAMBOA

20:00h Nenê Reis

22:00h Atração Cultural

23:00h Concurso Rainha do São João

00:00h Francimar Monteiro

Governo Cuidando da Nossa Gente
Assessoria de Comunicação Social

Programação Santo Antonio, em Campo formoso


A já tradicional festa de Santo Antônio, no município de Campo Formoso, este ano terá mais uma motivação: a copa do mundo. Em virtude disso o slogan de 2010 é “A copa começa aqui”. O 14º Arraiá da Freguesia acontece de 11 a 13 de junho, na Praça Getúlio Vargas (Praça 11) e conta com as seguintes atrações:

Dia 11 de junho

ADELMÁRIO COELHO
MENINA FACEIRA
CHICO LEITE

Dia 12 de junho

ANJO AZUL
TARGINO GONDIM
CHEIRO DE MILHO
BANDA TALISMÃ

Dia 13/06/2010

GRUPO IR AO POVO
GATINHA MANHOSA
LUA CHEIA
ESTAKAZERO

Itajuípe - Presos fogem e desejam "Feliz São João" em mensagem de despedida

Situação vexatória para a polícia civil de Itajuípe. Não bastasse a fuga de seis presos da cadeia pública, nessa madrugada, os meliantes ainda tiraram um sarro.

Deixaram, no local, um cartaz em que traduziam a realidade da coisa: "Faça outra que essa é de papelão, Feliz São João”. De f...

Em tempo os presos que fugiram foram:
Aroaldo Ancelmo de Carvalho, o "Neném";
Antonio Regis J. Oliveira, também conhecido pelo sugestivo apelido de "Binho Traficante";
Alex Moreira dos Santos;
Ednaldo Araujo dos Santos, o "Leo Carroceiro";
Fabricio Souza Santos, o "Bio";
e Rosevaldo José Santos, que também atente por "Geleia".

Para variar, todos usaram os préstimos da amiga "Teresa", corda feita de lençóis. Ninguém foi recapturado. Também, não se sabe se isso resolveria alguma coisa, a julgar pelo cartaz dos comediantes.

Andorinha: “A justiça tarda, mas não falha”

A sabedoria popular tem sido responsável pela criação de muitas citações que se eternizam no meio do povo, ora querendo justificar certas situações, ora querendo definir posições, e, na maioria das vezes, trazendo importante carga filosófica.

Foi com uma dessas citações que reagiu José Rodrigues Guimarães Filho, o popular “Zé Branco” (político conhecido na região, por ter sido vereador de Senhor do Bonfim - quando Andorinha era Distrito, vice-prefeito e prefeito de Andorinha após a sua emancipação, legítima liderança política daquele município), após ter recebido a notícia de sua absolvição em processo de crime eleitoral que lhe foi movido pelo Ministério Público Eleitoral, a partir de denúncia oferecida pela Coligação adversária, nas eleições de 2004, em que foi candidato a prefeito.

Segundo a denúncia, “Zé Branco” e candidatos de sua Coligação ao cargo de vereador, teriam apresentado Certificados de Escolaridade falsos, para se livrarem do provão que a Justiça Eleitoral aplica a candidatos que não possuem esses certificados que comprovem a sua condição de alfabetizados, um dos requisitos de elegibilidade para quem postula cargos eletivos.

Juntamente com “Zé Branco” e parte dos candidatos a vereador de sua coligação, foram denunciados funcionários da DIREC 28, responsáveis pela expedição dos Certificados que tiveram suas legalidades questionadas no Juízo Eleitoral de Senhor do Bonfim.

A defesa dos acusados foi patrocinada pelo advogado bonfinense Josemar Santana, que antes já havia absolvido os servidores da DIREC 28, acusados em Processo Administrativo Disciplinar e que desde o início acreditou na inocência de seus clientes, o que se confirmou, recentemente, com a publicação das sentenças que julgaram improcedentes as denúncias.

Ao tomar conhecimento das sentenças que absolveram todos os acusados, “Zé Branco” utilizou um dos ditados populares mais conhecidos no Brasil, especialmente, no Nordeste e desabafou: “É isso, doutor! A Justiça tarda, mas não falha!”.

“Zé Branco”, agora, estuda com o seu advogado, a possibilidade de ajuizar ação por danos morais contra as pessoas que fizeram a denúncia, que na época, segundo entende, “teve o propósito de desequilibrar o processo eleitoral” que se apresentava muito favorável a ele.

Sr. Bonfim, Bahia, 07/junho/2010.