quinta-feira, 15 de julho de 2010

Paulo Machado lança obras de R$ 2,6 mi em ato público

Cultivando a linha de constante diálogo entre o governo e os munícipes, o prefeito Paulo Machado vai ao Calçadão, na tarde da próxima segunda-feira (dia 19), ocasião em que anunciará em ato público o início de um elenco de 20 construções abrangente aos distritos e sede municipal de Senhor do Bonfim.

O contentamento do gestor remete ao esforço de repetidas viagens e contatos com ministérios e secretarias de estado para confirmar convênios e garantir contrapartidas da Prefeitura. Tudo havia de ser dentro dos prazos de lei do ano eleitoral. No âmbito local, assim que setores da Secretaria de Infraestrutura deram o “ok” em projetos e contratos, a secretária Alzeneide Nunes entregou o pacote de 20 obras, favorecendo o lançamento e início dessa série de realizações governamentais.

Todas as construções estão com o seu processo de licitação concluídos e as firmas vencedoras nominalmente designadas, exceção para três casos, cujos processos licitatórios serão no próximo 19/07, apontando os construtores.

Local, obra e valor

Alto da Maravilha, Escola Creche Pró-Infância, R$ 1.299.437,27;
Várzea do Mulato, Quadra Poliesportiva, R$ 99.492,13;
Caçador, Quadra Poliesportiva, R$ 99.492,13;
Barbosa Santos, Quadra Poliesportiva, R$ 137.043,96;
Parque da Cidade, Pista de Skate, R$ 106.575,51;
Alto da Maravilha, Iluminação da Quadra Boa Esperança, R$ 14.051,04;
Bonfim III, Iluminação da Quadra local, R$ 14.059,44;
Praça Simões Filho, Iluminação da Quadra, R$ 14.126,64;
Povoados de: Pereiros, Campo do Meio, Tapuia, Maria Preta (distrito de Igara), Rede de abastecimento de água, R$ 170.572,75;
Logradouros na sede: Rua Olavo Bilac, Rua Carteiro Oldon Machado, Rua Vinicius de Morais (Barbosa Santos), Travessa Vinicius de Morais (Barbosa Santos), Rua da Pêra, Rua Alagoas (São Jorge), Pavimentação/ implantação de infraestrutura, R$ 532.496,47.
Povoados no interior: Caçador e Morrinhos, Pavimentação/ implantação de infraestrutura, R$ 208.088,36.

Inscrições para o Enem acabam nesta sexta-feira


As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano acabam as 23h59 desta sexta-feira (16). O prazo, que acabaria no dia 9, foi prorrogado. As provas serão realizadas nos dias 6 e 7 de novembro.

A taxa de inscrição é de R$ 35. As inscrições podem ser feitas exclusivamente pela internet, no site www.enem.inep.gov.br.

Confira perguntas e respostas sobre o exame:

Quem tem direito à isenção de taxa?

Alunos do último ano do ensino médio de escolas públicas e inscritos que assinarem declaração de carência

É obrigatório o uso do CPF próprio?
Sim. O MEC não irá aceitar o documento dos pais ou responsáveis, mesmo que o estudante seja menor de idade. Uma decisão da Justiça, do dia 5, chegou a suspender a exigência do CPF próprio, mas o Tribunal Regional Federal suspendeu a liminar no dia 9.

Como o Enem pode ser usado para a seleção em universidades?
As universidades podem usar o exame como fase única, com o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), como primeira fase do vestibular, combinado com o vestibular da instituição ou como fase única para as vagas remanescentes do vestibular.

Como saber que universidades usam o Enem?
Ainda não há uma lista completa de universidades que usarão o Enem, mas a maioria das universidades federais usará a nota. O MEC orienta os estudantes a pesquisar nas universidades de interesse se usarão a nota do exame.

Além do ingresso em universidades, para que pode ser usado o Enem?
Pessoas que não concluíram ou não cursaram o ensino médio podem fazer a prova para conseguir o certificado de conclusão. O Enem substituiu a prova do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para os maiores de 18 anos que buscam o certificado. Para os não concluintes, a possibilidade já existia no ano passado, mas as regras para a certificação só foram estabelecidas pelo Inep em fevereiro de 2010. Já aqueles que não cursaram o ensino médio poderão participar do Enem pela primeira vez. Caso atinja a pontuação mínima exigida, que é de 400 pontos em cada uma das quatro áreas de conhecimento e 500 na redação, o candidato terá direito ao certificado.

Quem emite o certificado de conclusão do ensino médio?
A emissão do certificado é de competência das secretarias estaduais de educação. Os institutos federais de educação, ciência e tecnologia e os centros federais de educação tecnológica (Cefets) também podem fazer a certificação com base nos resultados do Enem. O candidato deve, no ato da inscrição, indicar a secretaria, instituto ou centro federal pelo qual pretende obter a certificação.

Como é a prova?
Tem 180 questões de múltipla escolha e uma redação. Neste ano, haverá pela primeira vez questões de língua estrangeira. O aluno deverá escolher entre inglês e espanhol. No primeiro dia de prova (6 de novembro), as provas serão de ciências da natureza e humanas, cada uma com 45 questões. No domingo (7 de novembro), os candidatos serão avaliados em matemática e linguagens, cada uma com 45 questões, e também terão de fazer uma redação.

Qual será o horário da prova?
No primeiro dia, o exame começará às 13h e acabará às 17h30. No segundo dia, o horário é das 13h às 18h30.

Quem vai elaborar o exame?
Os responsáveis pela elaboração serão o Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) e a Fundação Cesgranrio. Os dois fizeram a prova do ano passado, em caráter de urgência, após o vazamento da primeira prova, elaborada pelo consórcio Connasel.

Haverá esquema de segurança para evitar nos vazamentos?
Segundo o Inep, as Forças Armadas, as forças policiais federais e estaduais atuarão na segurança do exame. Os Correios ficarão responsáveis pela distribuição.

Quantos estudantes devem fazer o exame neste ano?
A expectativa para este ano é de 4,5 milhões de inscritos, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep). No ano passado, cerca de 4 milhões de estudantes participaram do exame.


Do G1

Policiais ameaçam parar atividades e delegado diz que ponto será cortado


O Sindicato dos Policiais Civis (Sindipoc) decidiu paralisar as atividades nos dias 19, 20 e 21 de julho, inicialmente, em protesto pela mudança da jornada de trabalho - o antigo regime de 24 horas de plantão por 72 horas de folga foi substituído por 12 horas de plantão e 24 horas de folga para quem trabalha e de dia e 12 horas de plantão e 48 horas de folga para quem trabalha à noite.
Na assembleia realizada nesta terça-feira, o sindicato também disse que irá paralisar as atividades nos dias 26, 27 e 28 de julho e 2, 3 e 4 de agosto. Em nota divulgada nesta quarta-feira pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), o delegado geral Joselito Bispo disse que o ponto dos policiais que aderirem à paralisação será cortado. “A administração não vai tolerar paralisações abusivas, que ofendam o direito de greve nas atividades essenciais e indispensáveis ao bem estar do cidadão”, disse.
Bispo defende o novo regime de trabalho: “O antigo regime estava trazendo prejuízos a todos. Não dava mais para conviver com a seguinte situação: um delegado encerrava o plantão e suas atividades, como investigações que exigem rapidez, paravam e só eram retomadas 72 horas depois", disse.
A Justiça baiana não concedeu liminar ao mandado de segurança do Sindipoc que tentava anular a portaria que modifica este novo regime de plantões. Os novos horários estão valendo em todas as delegacias de Salvador e Região Metropolitana desde 1º de julho.

FILADÉLFIA: MERCADO MUNICIPAL VAI SER REFORMADO


O Mercado Municipal de Filadélfia, fechado desde 2007, finalmente vai voltar a funcionar. três anos depois do ex-prefeito gastar mais de r$ 260.000,00 e abandonar a obra; veja o que disse Louro Cabeção: “agora os marchantes vão ter seu pontinho de volta...”.
O Diário Oficial do Estado do dia 30 de junho de 2010 publicou resumo do convênio 279/2010, garantindo recursos na ordem de r$ 319.000,00 para a obra que vai gerar emprego e renda e proporcionar a população aquisição de produtos de boa qualidade e em ótimas condições de higiene.
esta parceria do Governo Estadual com o Prefeito João Luiz vai melhorar a vida de mais de dezesseis mil pessoas.