quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Governo Cuidando da Nossa Gente fará seleção de bolsistas para Centros Digitais de Cidadania


O Centro Digital de Cidadania – CDC - Vinculada a Secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação – SECTI – através do programa de inclusão Sociodigital – PISD do Estado da Bahia em parceria com o programa Telecentro BR, torna publico o processo seletivo para bolsistas para atuarem como agentes de inclusão Sociodigital.

O edital completo está disponível no site da SECTI http://www.secti.ba.gov.br

Maiores informações e inscrições nos Centro Digitais de Cidadania dos distritos de Igara, Missão do Sahy e Quicé, assim no na sede, no Centro Digital localizado á rua Antonio Vicente no centro da cidade, até 20 de Setembro de 2010.

Segundo o Secretário de Indústria, Comercio e Turismo, Cláudio Nunes, os interessados devem se dirigir aos Centros Digitais, descritos acima para realizar a inscrição.

A Academia de Polícia da Bahia forma a 16ª Turma de capacitação em Armamento e Tiro


Dando continuidade a série de cursos, nesta quarta-feira dia 01 Setembro a Acedepol capacitou a 16ª turma com mais 20 Policiais no curso de armamento e tiro que está oferecendo desde o início do ano no seu estande próprio, Com carga horária de 10 horas, o treinamento é ministrado pelos investigadores instrutores:

Edvaldo Lima da Silva
Francisco de Oliveira Santos
Julberto Nascimento Carvalho
José Augusto Macedo

Nesta etapa além dos policiais das unidades, DTE, 1ªCP, DPT e Simões Filho na capital e RMS, estiveram também da 19ª Cooprin Sr. do Bonfim, Luciano Pires e Marcílio Brandão, que passaram por aulas teóricas e práticas para o manuseio das cinco armas utilizadas hoje nas ações da Polícia Civil da Bahia: Pistola 24/7, Pistola PT 940, Submetralhadora Samai calibre 40 e metralhadora MT 12 calibre 9 mm.

Além da capacitação os instrutores possuem uma didática especial que envolve os alunos, comentou Rogério Luna, investigador de Polícia lotado na delegacia de Filadélfia, que também é faixa preta de Jiu-Jitsu e já foi monitor em defesa pessoal da Swat em Los Angeles nos EUA, a iniciativa de oferecer esta capacitação para os Policiais deve ser continua, o policial tem que estar preparado para situações adversas, ser capaz de administrar uma crise e dominar completamente uma situação de perigo de vida dele e de terceiros, o domínio da técnica faz o policial se antecipar a possível ação de risco e conseqüentemente neutraliza-la de maneira mais segura e inteligente possível. Geralmente quando estamos bem concentrados e motivados em algo que estamos fazendo, nos desligamos completamente do mundo exterior aquela atividade, posso categoricamente dizer que da maneira que o curso foi ministrado 100% do foco foi para a atividade.

Segundo o Coordenador do curso Edvaldo Lima, o apoio incondicional da Diretoria da Academia de Polícia tem feito com que mais cursos sejam implementados posteriormente, inclusive já existem novos projetos para serem colocados em prática, dando assim continuidade na capacitação dos Policiais, nessa primeira etapa a meta é capacitarmos o maior número de policiais, e quem quiser se inscrever para o curso deverá se dirigir a sede da Acadepol na Mouraria, preencher a ficha de inscrição e aguardar ser chamado, para os policias do interior a inscrição poderá ser feita previamente por telefone no nº (71) 3117-6326. Cada turma é composta de 20 alunos e as aulas são realizadas em sala especial e no estande de tiro da Polícia Civil da Bahia, no Complexo Policial dos Barris.

Recentemente Radmak, coordenador do SI da 19ª, esteve participando de um treinamento especializado de ações com armamentos de grosso clibre, no qual foi o primeiro colocado no curso.

LEITOR RECLAMA DESCASO COM ANIMAL




Ontem 01/09/2010 por volta das 7h00min, um trem atropelou um jumento próximo ao pontilhão que cobre a Rua campo formoso, moradores do local que testemunharam o fato ligaram para orgãos competentes e depois de muita insistência uma equipe da prefeitura foi no local e os populares foram informados pela equipe que só retiraria o animal dali se este já estivesse morto! E tal equipe se retirou do local, a população para não ver o bicho agonizar até a morte ou causar um acidente mais grave resolveu, reunir pessoas e com os próprios punhos retiraram o animal dali.

Bruno, Leitor do blog

BANDIDO É LINCHADO DEPOIS DE TENTAR ESTUPRAR MULHER EM CAMPO FORMOSO


Por volta das 16h00min, a guarnição (Pelotão de Emprego Tático Operacional - PETO) de Campo Formoso recebeu um chamado da Central que um homem assaltou uma pessoa na creche da Iraci (é um local afastado daqui da cidade, e abriga menores órfãos), quando os PMs se dirigiram até o local a central informou novamente que se tratava de uma pessoa de Sidnei da silva vulgo "coelho"; um meliante da cidade que já responde por porte ilegal de arma de fogo e assalto a mão armada. Quando chegaram ao local, a guarnição se deparou com a vítima (que pediu para não ser identificada em veículos de comunicação) que informou que o "coelho" tinha tentado lhe estuprar, conseguindo apenas lhe arranhar e morder, nada mais, e que ele teria levado o seu celular e correu para o mato; moradores do local correram atrás dele e lá estava jogado no meio do mato, desacordado, com várias pedras e pedaços de pau junto ao mesmo, a população tentou linchá-lo.
Coelho ainda foi socorrido para o Hospital São Francisco em campo formoso e por volta das 22horas foi transferido sob custodia da PM até a cidade de Juazeiro – Ba, pois o mesmo teve afundamento craniano.


MANO maravilha noticias

Sobradinho: fugitivo viaja 7 meses a pé para se entregar


Uma história inusitada surpreendeu a polícia baiana. Um preso condenado por assalto e foragido há quase 11 anos da penitenciária de Sobradinho, distante 556 km de Salvador, se entregou na manhã de ontem na delegacia de Juazeiro, a 502 km da capital, após viajar a pé por sete meses para se entregar. Jailton Araújo Costa, 35 anos, foi condenado a cinco anos de prisão por assalto, cumpriu apenas 1 ano e 10 meses, e fugiu para a cidade de São Paulo em 1999. Mas o que parecia ser o seu grito de liberdade acabou se transformando num tormento e lhe tirou o sono por todos esses anos. Segundo ele, logo após a fuga e já vivendo na cidade paulista, ele se casou, teve dois filhos e foi aí que começou a enfrentar sérios problemas. O primeiro deles é que ele não conseguiu registrar as crianças por não ter documentos de identificação. Além disso, o fugitivo não conseguiu ter uma vida social normal e sequer arranjar um emprego por conta do antecedente criminal.

Tribuna