domingo, 5 de setembro de 2010

Cratera 'engole' carro e semáforo nos EUA


Uma cratera formada na cidade de Milwaukee, no Estado americano de Wisconsin, "engoliu" um semáforo e um Cadillac Escalade na tarde da última sexta-feira.

Vinte horas após a abertura do buraco em uma rua movimentada da cidade, o veículo continuava no fundo da cratera.

Diário

INSS lança mais um concurso público; Com as vagas para a Bahia


O concurso INSS será destinado ao provimento de 2 mil vagas para os cargos de Técnico e Analista.

Deverá ser publicado em breve edital para concurso público do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social. O concurso INSS será destinado ao provimento de 2 mil vagas para os cargos de Técnico e Analista do Seguro Social. Segundo informações, o pedido já foi feito ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e tramita na Secretária de Administração e Recursos Humanos do órgão.

Para o cargo de analista, o candidato deve ter concluído o nível superior em qualquer área de formação. Já para concorrer ao cargo de técnico, é preciso ter o ensino médio completo.

Segundo informações, atualmente, as remunerações iniciais são de R$4.667 para analista e de R$2.676,44 para técnico, mais gratificação de desempenho. Os servidores também terão direito ao auxílio alimentação, que varia de R$126 a R$161,99, de acordo com o estado de lotação.

Fonte: Com informações de Concursos no Brasil
Do Campo Formoso Notícias

PARAÍBA DÁ EXEMPLO E BARRA “FICHAS SUJAS” PARA CARGOS DE CONFIANÇA OU COMISSIONADOS


A Assembléia Legislativa da Paraíba dá exemplo aos demais estados brasileiros e sai na frente com a aprovação de projeto de lei que proíbe a contratação de pessoas consideradas “fichas sujas” para cargos de confiança ou comissionados, no âmbito dos três poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário, dependendo, agora, para virar lei, da sanção do governador paraibano.

A iniciativa de barrar “fichas sujas” para cargos de confiança ou comissionados partiu de deputados estaduais do estado de Santa Catarina, exemplo que foi seguido imediatamente pela Câmara de Vereadores de Blumenau. No entanto, esses projetos continuam em tramitação naquelas casas legislativas, porque o período eleitoral tem afastado deputados e vereadores em busca de votos para as suas próprias campanhas ou de candidatos que apóiam.

Na verdade, a primeira iniciativa nesse sentido surgiu na Câmara dos Deputados Federais, onde projeto nesse sentido foi dado entrada, mas, também por causa das eleições, continua dormindo nas gavetas das Comissões Permanentes.

Sansil Comunicação