quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Cândido Augusto Martins: o discurso que não fiz


Paulo B. Machado – Prefeito de Senhor do Bonfim


Após fiscalizar as obras da Escola-creche do Loteamento Emanuele, Alto da Maravilha, pedi ao motorista que se dirigisse ao Cemitério São Lázaro, para uma visita especial. Sol causticante, postei-me ante o jazigo da família Freitas Martins, onde as coroas de flores ainda recentes cobriam toda a extensão do mausoléu, fiz uma prece, e pronunciei, no silêncio do meu peito, o discurso que não fiz por ocasião do sepultamento do ex-prefeito Cândido Augusto Martins.

Caso fosse orador, teria tomado para mim a frase marcante de Paulo Braga, de que ali se encontrava um homem público que iniciou a sua carreira política rico, e terminara pobre. Sem entrar em digressões maiores diria que este fato enobrece a biografia do ex-prefeito pranteado, diante de uma tradição infeliz em que prefeitos pobres deixam o cargo ricos e a esbanjar dinheiro, e prefeitos ricos já passaram a faixa a outros ainda mais ricos.

Diria também o que muitos disseram nestes dias, que Cândido Augusto tinha um coração bom, não guardava mágoas e sabia perdoar. São virtudes suas, sem dúvida, e que também enobrecem um administrador público, mas virtudes que se usadas em excesso, podem levar a sua administração à manipulação de pessoas interesseiras e sem maiores compromissos com a seriedade da administração pública.

Elogiaria também o grande silêncio que ele fez, ao se retirar da administração pública, em relação às novas administrações de Senhor do Bonfim, evitando pronunciamentos condenatórios e retóricos que viessem a interferir na tranqüilidade e ritmo dessas administrações.

Afirmaria também que uma análise maior do perfil administrativo de Cândido Augusto, há de considerar que ele atuou, nos últimos tempos, em um momento de transição do controle social e público sobre as gestões municipais. Momento este em que a Lei de Responsabilidade Fiscal, a atuação rigorosa da Controladoria Geral da União, dos Tribunais de Contas, e a consolidação de uma Controladoria Interna ainda não estavam definidas no cenário das administrações municipais: os prefeitos, até então, governavam sem estes mecanismos de controle, avaliação e orientação, planejavam e agiam muitas vezes de forma amadora e sem um apoio e um norte que lhes garantissem o prumo da gestão. Diria, mesmo, que Cândido Augusto foi o último prefeito de Senhor do Bonfim a governar em um quadro antigo das administrações municipais. Um quadro em que o prefeito tinha contra si a ausência de olhares institucionais fiscalizadores e controladores capazes de ajudá-lo a bem governar, fugindo-se de interesses imediatos de co-gestores do seu processo de governo.

Por fim, antes de fazer a oração final que levaria o seu esquife à sepultura eu diria que Cândido Augusto nos ensinou a renovar o amor, permanentemente, para com o solo que nos viu nascer, a nossa querida Senhor do Bonfim. Descanse em paz! Senhor do Bonfim, 5 de outubro de 2010.

SENHOR DO BONFIM RECEBE MAIS UMA AMBULÂNCIA DO SAMU 192

O prefeito Paulo Machado recebeu, no dia 1º. De outubro p.p. mais uma ambulância tipo SAMU, que vem se juntar às três unidades já existentes no Samu bonfinense. Na ocasião, o prefeito de Senhor do Bonfim representou os prefeitos presentes, em discurso no qual reforçou a parceria com o governo do estado da Bahia e a necessidade de incremento de uma rede em que se articulem hospital e emergência, bem como os serviços de urgência oferecidos pelo SAMU 192.

ASCOM

PREFEITO PAULO MACHADO QUER ADMINISTRAR POVOADOS QUE PERTENCEM A SENHOR DO BONFIM

Em pesquisa junto à base cartográfica da SEI (Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia), nesta segunda-feira, dia 4 de outubro, o Prefeito Paulo Machado constatou que as comunidades de Catuni, Lagoa do Mateus, Diogo, Antas e Pedra Vermelha, atualmente administradas pela Prefeitura de Jaguarari pertencem efetivamente ao mapa de Senhor do Bonfim. Diante desta constatação o Prefeito municipal fará os seguintes encaminhamentos:
1. Solicitar do Prefeito Antonio do Nascimento que devolva as áreas acima citadas e de fato pertencentes a Senhor do Bonfim;
2. Criação de uma mesa de negociação para que os equipamentos e áreas sejam passados à administração municipal bonfinense.
Ocorrerá também audiência do Prefeito Paulo Machado junto ao coordenador do censo IBGE 2010 para se ter a garantia de que a população desses povoados seja de fato contada para Senhor do Bonfim.

ASCOM

Disciplina na Câmara de Senhor do Bonfim

O vereador Biro-Biro presidente da Câmara de Senhor do Bonfim, leu nesta terça-feira o Regimento Interno daquela Casa Legislativa chamando atenção sobre os atos de indisciplina registrados nas últimas sessões.
O Presidente citou alguns artigos que orientam o comportamento de cada vereador no uso da palavra, no aparteamento e a boa utilização do vocabulário e os pronomes de tratamento corretos em relação aos colegas.
O presidente disse que espera que não aja necessidade para cassação de mandato, pois os excessos não serão mais permitidos naquela Casa Legislativa e que todos já têm conhecimentos do regimento interno.
Aparteado pelos vereadores Laércio Muniz e Bel, que parabenizaram o presidente pela aprovação das contas da Câmara de 2009 sem ressalvas e pela atitude de disciplina naquela Casa Legislativa.

ASCOM - Câmara

CAMARA DE BONFIM APROVA PROJETOS

Criado Conselho de Segurança Alimentar
De autoria do Executivo Municipal foi aprovado o projeto de lei de Nº 019/2010, que dispõe sobre a criação do Conselho Municipal Sustentável de Senhor do Bonfim, COMSEA e dá outras providências.

ONGEF ganha terreno do Município
A ONG Educação Sem Fronteiras (ONGEF), ganhou uma área de terra para construção de um centro de capacitação, através de projeto de lei do legislativo de Nº020/2010 de autoria do Vereador Biro-Biro, que autoriza o município a efetuar a citada doação.

Instalação sanitária para deficientes
De autoria do Vereador Gerivaldo Sampaio do PSC, foi aprovado projeto de Lei do Legislativo de Nº 021/2010, que dispõe sobre a instalação de equipamentos sanitários e acesso para Deficientes Físicos em locais públicos.

Criado Conselho da Juventude
Foi aprovado o projeto de lei do Executivo de nº018/2010, que dispõe sobre a criação do Conselho da Juventude de Senhor do Bonfim e dá outras providencias.

Criado Conselho do Meio Ambiente

De autoria do Executivo foi aprovado o projeto de Lei de Nº 017/2010, que estabelece a Política Municipal Ambiental, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, cria o Conselho Municipal de Meio Ambiente, institui o Fundo Municipal de Meio Ambiente e dá outras providências.

ONGEF ganha Utilidade Pública
A ONG Educação Sem Fronteiras (ONGEF), ganhou utilidade pública municipal, através de projeto de lei do legislativo de Nº023/2010 de autoria do Vereador Biro-Biro, que Declara de Utilidade Pública Municipal a ONG Educação Sem Fronteiras – ONGEF localizada no Município de Senhor do Bonfim-BA.

ASCOM - Câmara

Bassuma parte para ataque a Dilma e diz que ela é a favor do aborto


Suspenso do PT, em 2009, por militar radicalmente contra o aborto e ir de encontro a uma resolução do congresso nacional do partido de 2007, o deputado federal Luiz Bassuma (agora no PV) diz que foi punido pela “unanimidade” do partido, e que a intenção de relativizar a posição do PT com relação ao tema, hoje, é “maluquice”. Junto com Bassuma, foi punido pela mesma defesa “pró-vida” o deputado Henrique Afonso (PV). Bassuma afirma que a candidata Dilma Rousseff (PT) demonstra uma “mudança eleitoreira” e diz apoiar o candidato José Serra (PSDB) no segundo turno.

FOLHA – Por que o sr. saiu do PT?

LUIZ BASSUMA – Só em 2007, o PT fecha questão a favor da descriminalização do aborto. Eu já tinha militância nessa questão há muito anos, é uma questão filosófica e religiosa na minha vida. E eu me neguei a cumprir essa resolução. O estatuto do PT diz: por questões filosóficas, religiosas, éticas e de foro íntimo, nenhum filiado poderá ser punido. O PT quis me enquadrar. O último governo quis legalizar o aborto duas vezes e não conseguiu, nós conseguimos impedir.

O sr. diz o governo Lula?

O Lula. Aí, em 2009, o PT resolve me punir com um ano de suspensão.

Isso porque o sr. era contra o aborto?

Se eu ficasse caladinho, poderia ter ficado no PT até hoje. Eles não queriam que eu liderasse o movimento. Era porque eu defendia a vida, era contra o aborto.

O PT demonstra estar revendo essa defesa. Como o sr. vê isso?


Eles me puniram por unanimidade, o diretório nacional todo, incluindo o José Eduardo [Cardozo, coordenador da campanha de Dilma], o atual presidente do PT [José Eduardo Dutra]. E Dilma era chefe da Casa Civil. Você acha que é brincadeira? O governo tinha interesse em aprovar isso [o aborto], tentou. Relativizar agora é uma maluquice.

E o sr. pensa em voltar ao PT?

Nunca, estou declarando apoio público ao Serra. O ideal seria a Marina [Silva, PV]. Não foi possível o melhor, tem que evitar o pior. E o pior para o Brasil é Dilma, por razões políticas e, no meu caso pessoal, por essa razão em defesa da vida.

O sr. acha que ela é a favor do aborto?

A vida dela toda, tem declarações dela no passado. A visão de mundo dela é essa. Se ela quiser mudar agora, vai ser uma mudança eleitoreira, para ganhar a eleição.


(Folha)

CONCURSO PARA PROFESSOR: 3,2 MIL VAGAS


Saiu na edição desta quarta-feira (05) do Diário Oficial do Estado o edital para realização de concurso público para professor, com 3.200 vagas disponíveis para suprir a rede pública estadual. Há oportunidades para todas as disciplinas em todos os municípios baianos. Além disso, o concurso vai gerar cadastro reserva para atender futuras necessidades. As vagas são para 20 horas semanais: salário-base de R$ 654,32 mais 31,18% de gratificação de estímulo à atividade classe, totalizando a remuneração de R$ 858,32. Para participar da seleção é necessário ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de licenciatura plena específica para a disciplina a qual está concorrendo. As inscrições estarão abertas de 15 de outubro a 5 de novembro e serão realizadas pela internet, através do site do Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (www.cespe.unb.br). O valor da taxa de inscrição é de R$ 70.


Escrito por James Martins

Horário político começa nesta sexta-feira


A propaganda eleitoral gratuita para o segundo turno da eleição presidencial começa nesta sexta-feira (8). A decisão ocorreu durante sessão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), após os ministros proclamarem os resultados do primeiro turno. Segundo presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, não houve qualquer tipo de contestação ao placar conhecido na noite de domingo (3).

A eleição terá início às 8h e a previsão de encerramento é 17h. Cada candidato no segundo turno terá dez minutos para apresentar suas propostas nas emissoras de rádio (7h e 12h) e televisão (13h e 20h30) de segunda à sábado.

Quem abre o horário político nesta sexta-feira é a candidata petista Dilma Rousseff. O TSE adotou, como parâmetro, a votação dela no primeiro turno. Por ter sido a mais votada, com 46,91% dos votos, ela abre o programa. Nos dias seguintes, será adotado o revezamento de posições. Para a disputa de governadores, caberá aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) a decisão. A tendência é que seja adotada a mesma linha do TSE.