segunda-feira, 1 de novembro de 2010

A VITÓRIA DE SERRA EM BONFIM: ANALISANDO MAIS FRIAMENTE


Desde a origem do mundo o homem busca um culpado para os fatos inesperados, e não seria diferente agora em relação à vitória de Serra em Senhor do Bonfim, e o principal alvo é sempre a administração local. Pelo mesmo viés caminhou um jornalista do Jornal A Tarde que me telefonou nesta segunda-feira de ressaca eleitoral, pedindo a minha análise do ocorrido e arrematando se este resultado não teria algo a ver com a administração do município.

Muitas análises já foram feitas, mas aqui se batam palmas ao jovem Ricardo Aquino, que mesmo não tendo identidade político-eleitoral conosco insiste sempre que a questão é mais ampla e não pode ser resumida a uma ligação linear com o governo local. Isto contudo não nos exime de passar tudo pela peneira, inclusive os problemas inerentes ao governo municipal, sem contudo tornar-me o mártir da história.

Com todo respeito ao DEM, que se encontra em fase de reestruturação, como faz questão de frisar o seu presidente, não vejo como atribuir o resultado eleitoral a uma opção popular por esse partido. Os números não mo permitem fazê-lo:

1. Qual o resultado do primeiro turno em Bonfim?

Dilma - 16.132 - 47,45% ; Serra - 13.981 - 41,12% ; Marina - 3.569 - 10,50%



E qual o resultado do Segundo Turno?

Dilma - 16.755 - 48,58% ; Serra - 17.734 - 51,42%



Ora, evidencia-se que os eleitores de Marina migraram para Serra. Qual o perfil desses eleitores? Esta resposta ajudaria a desvendar a questão e diria até que ponto este voto nasceu de afinidades partidárias ou de preocupações outras, alimentadas todo o tempo pela mídia, colocando Dilma em desvantagem.



2. A insatisfação do eleitorado com a administração municipal se revelaria apenas no segundo turno? E as vitórias obtidas com Wagner, os dois senadores, deputado estadual e cinco deputados federais, sem falar da própria Dilma, que teve uma vantagem de 2.000 votos no primeiro turno? Como explicar?



3. Por fim, cabem aqui as observações do cordelista Jotacê: “Dilma ganhou em Minas, terra de Aécio Neves; Serra venceu no Rio Grande do Sul e no Acre, onde ganharam governadores do PT”.



Resta o fato de que graças a Deus o povo não está amarrado, e pode estabelecer um contraditório ao qual não estamos acostumados, em nossas lógicas lineares.

Paulo Machado - prefeito

Ricardo Aquino, vice-presidente do PTN responde ao Prefeito Paulo Machado


Em resposta ao Professor Paulo Machado: “O Prefeito de Senhor do Bonfim, tentando explicar a derrota da candidata do PT na cidade de Senhor do Bonfim atribui à diferença entre os candidatos aos votos conquistados por Serra e a “suposta” transferência, na sua totalidade, dos votos de Marina Silva. O Prefeito esqueceu que a “árdua luta” do convencimento pelos votos dos partidários da senadora se iniciou no segundo turno, porém, como não se mobilizou, não aglutinou, não partiu em campanha, e por conseqüência, não conquistou esse eleitorado, procura explicar o “inexplicável”. Paulo, no seu relato, deixa claro a falta de articulação e desapego ao processo político quando confessa que não houve uma “briga cerrada” como no primeiro turno, uma mobilização organizada e nem aparato de campanha suficiente para a ação, incompetência ou não, apenas refuta e entra em contradição. Ainda no rol de confissões o Prefeito diz que a campanha do PT se resumiu a poucas caminhadas e alguns carros de som, demonstrando inequivocamente a incapacidade de gerir uma campanha de favoritismos. Fica mais explicito que não houve envolvimento direto ou indireto, e mais, o sentimento individualista e egocêntrico do prefeito paralisou a militância do Partido dos Trabalhadores na cidade. A diferença expressiva de Serra não diz respeito à omissão da oposição, pelo contrário, pois, em uma cidade governada pelo PT, onde a Dilma ganhou no primeiro turno com uma pequena diferença, e Marina teve uma boa votação,merecia do Prefeito menos desculpas e mais ação. Em toda a região, Senhor do Bonfim foi a única cidade que a candidata Dilma perdeu, e uma das poucas cidades baianas em que Serra ganhou. A oposição fez o papel inverso, trabalhando incansavelmente durante o processo, reuniu as suas lideranças de forma tranqüila e fez propaganda eleitoral, mesmo com limitações, na hora certa. Não atribuímos a vitória de Serra, com quase 1000 votos de frente, apenas ao trabalho do grupo de oposição, a resposta da população bonfinense demonstra claramente que existe algo além das urnas e da analise isolada do Professor, e ele sabe disso."

Ricardo Aquino

Agileu Lima reafirma a sua liderança política com a eleição de Dilma

Agileu Lima, prefeito de Andorinha, acompanhou e comemorou a vitória expressiva de Dilma no seu município. Com 7353 votos, 255 votos a mais do resultado do primeiro turno, o prefeito atribui à vitória nas urnas ao compromisso da candidata com as políticas sociais e a os laços de amizade que construiu com o Governador Wagner, o Deputado Federal Rui Costa e o Deputado Estadual Carlos Brasileiro - candidatos mais votados na cidade com apoio exclusivo do Prefeito. A oposição, ainda liderada por Zé Branco, conseguiu, no primeiro turno, menos da metade dos votos dos candidatos do prefeito, não conseguiu eleger o seu Deputado Federal, e dividiu os votos com diferentes partidos. Agileu, acertadamente, conseguiu articular uma base política alinhada partidariamente (apoiou todos os candidatos do PT) e mobilizou os partidários, conseguindo reunir lideranças em todo município. Agora, com a vitória de Dilma, a aproximação com o Governador Jaques Wagner, a eleição de Carlos Brasileiro (primo da primeira dama do município) e a possibilidade de Rui Costa (apoiado por Agileu em Andorinha) tornar-se uma ministro no Governo Dilma, a força política do gestor ampliará e renderá bons frutos para a cidade. Agileu sai vitorioso das urnas e com uma popularidade que demonstra que a sua habilidade vai além das paredes da prefeitura. Para a oposição resta apenas o consolo e à tentativa vã de afirmar que teve um peso significativo na vitória da Petista. Difícil imaginar quem vai escutar o grito silencioso da oposição de Andorinha.


ASCOM - ANDORINHA

PARABÉNS PORTAL SÓ AGITOS


A equipe do blog MANO - maravilha notícias, vem por meio deste desejar nossos sinceros votos de felicitações pela passagem do 8º aniversário do portal SÓ AGITOS, parabéns a Huguinho e toda sua equipe.

SEMANA DOS EVANGÉLICOS EM ANDORINHA


A cidade de Andorinha se prepara para o grande evento de culminância em comemoração ao primeiro ano da semana dos evangélicos. A comissão organizadora, que tem como principal apoiador a Prefeitura de Andorinha, reunirá nos dias 05 e 06 de Novembro atrações de peso em duas noites com muita música, louvor e reflexão. A semana dos evangélicos partiu da iniciativa do Prefeito Agileu Lima que enviou à Câmara Municipal projeto de lei que instituiu uma semana para o público crescente na cidade, “Não é apenas uma data, mas o seu significado e a sua relevância. Não é apenas uma comemoração, é um momento de reflexão, de união e de celebração a vida e a fé”, disse Agileu. O evento acontecerá nos dias 05 e 06 de Novembro, na praça de eventos, a partir das 19h. A comissão organizadora estima um grande público para esse primeiro ano.



Confira a programação do evento:


Dia 05 de Novembro ( Sexta-Feira ), a partir das 19h:

Abertura oficial
Del Ryan
Samuel dos baianinhos de Cristo
Banda Jeová Shalon
E o conferencista soteropolitano Rudival Antunes



Dia 06 de Novembro ( Sábado ), a partir das 19h:

A grande atração gospel, Mattos Nascimento
Atrações Musicais

Ricardo Aquino - ASCOM

NOTA DE AGRADECIMENTO


COMISSÃO DE REESTRUTURAÇÃO – SENHOR DO BONFIM – BAHIA

NOTA DE AGRADECIMENTO

A Comissão Organizadora de Reestruturação do DEM - Partido Democratas de Senhor do Bonfim, na condição de partido aliado da campanha presidencial de José Serra, vem a público para agradecer a todas as agremiações políticas, que, de alguma forma, por ação ou neutralidade, contribuíram para a vitória de José Serra em Senhor do Bonfim.

O Partido Democratas agradece, de modo especial, a população mais humilde, que não se rendeu às ameaças de perder bolsa família e outros programas sociais do Governo Federal, porque são programas que não pertencem a este ou aquele partido político, porque são programas que pertencem ao povo brasileiro, que paga, com o suor do seu trabalho, através de impostos, esses programas sociais, iniciados no Governo Fernando Henrique e batizado com novos nomes pelo Governo atual.

O Partido Democratas agradece, enfim, a todas as pessoas que votaram em José Serra para Presidente da República, dizendo que, a vitória de José Serra em Senhor do Bonfim, representa o início de um novo tempo que se anuncia para o futuro político de nossa terra, que anseia por uma política de gestão pública sem donos, voltada para o bem estar social, voltada para a responsabilidade fiscal na aplicação do dinheiro público, voltada para a eficiência dos serviços públicos em geral, voltada para o intransigente combate ao nepotismo e ao apadrinhamento na ocupação dos cargos públicos, enfim, voltada em favor de uma gestão pública que atenda os reais anseios populares de nossa terra.

Obrigado, Senhor do Bonfim!

1º de Novembro de 2010.

Comissão Organizadora de Reestruturação do DEM-Partido Democratas

Senhor do Bonfim – Bahia.

CALÇAMENTO EM CAÇADOR


Além do calçamento no caçador, quadra poli esportiva, estão sendo construídas quadras em Várzea do Mulato e bairro Barbosa Santos.

MINHA CASA, MINHA VIDA


São 285 casas construídas atualmente em Senhor do Bonfim, programa Minha Casa minha vida.

CASAS CONSTRUIDAS NA ALDEIA, EM MISSÃO DO SAHY, GOVERNO PAULO MACHADO‏


SETE CASAS FORAM CONSTRUIDAS NA ALDEIA DE MISSÃO DO SAHY, ONDE RESIDEM REMANESCENTES INDÍGENAS QUE FAZEM O ARTESANATO DE CIPÓ