terça-feira, 9 de novembro de 2010

Polícia Rodoviária Estadual recupera veículo clonado

Por volta das 15h30min da última segunda-feira (08/11), durante uma abordagem de rotina no Km 129 Da BA 120, entre as cidades de Cansanção e Queimadas, a guarnição sob o comando do sargento Leonardo,do 5º pelotão da PRE, abordaram uma caminhonete Fiat Strada Adventure Flex, de cor prata, placa JRI 9511, licença de Salvador BA, conduzida por Adeilton Peixinho Silva, 26 anos, residente no povoado de Bela Vista em Cansanção, que alegou que a documentação do veículo estaria atrasada que só havia sido pago até o ano de 2008, detalhe que quando a polícia ao checar no sistema verificou que a documentação de 2010 já estaria paga, o que levantou grande suspeita nos patrulheiros, que em contato com o comando na 2ª Cia. Sob o comando do capitão José Andrade de Souza Junior, e lá foi constatado, através de outras numerações que a placa era de um veículo em Santa Luz, logo, a polícia entrou em contato com policiais em Santa Luz que confirmou a placa original e conseguiram localizar o verdadeiro proprietário do veículo, que é um médico na citada cidade.
O condutor e o veículo foram apresentados à polícia civil para as devidas providências.


MANO maravilha notícias

MORRO DO CHAPÉU: ABSURDO EMFERMEIRA APLICA INJEÇÃO E AGULHA FICA NO BRAÇO DA MENOR DE APENAS TREZE ANOS DE IDADE


Nesta terça-feira, (09/11, por volta das 13h00min a dona Rosileni Pereira Neto, bastante nervosa compareceu ao programa jornalístico CANAL ABERTO da Brilhante FM, acompanhada de parentes e com sua filha de apenas treze anos de idade iniciais (M. D. C.). A menor foi vitima de um absurdo, ela estava com uma agulha no braço direito, chorando e reclamando de dores.
Na manha desta terça-feira a garota foi a Escola Ieda Barradas Carneiro para tomar a vacina BCG: Vacina Contra Tuberculose. Segundo a mesma, a enfermeira Carol aplicou a injeção e não percebeu que a agulha teria rompido da seringa, ficando alojada no braço, sem nem uma reação, porem muito assustada, ela foi para casa pedir socorro a mãe, ao chegar em sua residência chorando e reclamando de dores, a família entrou em pânico, sem saber o que fazer naquele momento a mãe em prantos foi até o programa desabafar lamentando a negligência da enfermeira e pedindo providências as autoridades de saúde do município.
Ao tomar conhecimento do caso a Coordenadora da vigilância epidemiológica e imunização Drª. Carina Luiza se dirigiu até a emissora prestar socorro a menor, levando-a ate a unidade hospitalar para que fosse retirada a agulha. Ao retorna a emissora Drª. Carina falou no programa que isso nunca tinha acontecido, principalmente tratando-se de uma enfermeira com experiência, porem o caso será encaminhado para a 16ª DIRES em Jacobina para que seja tomada as providencias legais.
O RFNOTICIAS entrou em contato com alguns profissionais de medicina que nos informaram que é muito comum a agulha romper da seringa, por conta de um produto de fabricação duvidosa, sem fiscalização do INMETRO, e que as unidades de saúde deveriam ter mais cuidado e responsabilidade na compra deste material e, quanto a enfermeira, ela cometeu um erro gravíssimo, a falta de atenção foi o agravante de tudo, como denuncia a foto, dentro do braço ficou a agulha, e na parte externa o bico que fica acoplado na agulha e seringa, como é possível uma enfermeira experiente cometer um absurdo deste.

RFNOTICIAS.COM

LEITOR CRITICA ADMINISTRAÇÃO DO MUNICÍPIO

Fofocas e Intrigas‏
A marca que o governo "Machado" deixará, sem dúvida nenhuma será a da fofoca com as intrigas. Com um governo ineficiente, com uma postura populista no pior sentido, já trocou seu secretariado por seis oportunidades, sem contar com as inúmeras trocas de seu truculento gabinete. A instabilidade deve-se ao simples fato da falta de comando, nenhuma visão administrativa e de um nepotismo escancarado. Seu governo limitou-se apenas a enviar notas a imprensa tentando confundir a população, sempre escritas pelo seu próprio punho, cria até seguidores virtuais para defendê-lo da insatisfação geral dos internautas de plantão. Em pleno século XXI, assistimos ao amadorismo e a irresponsabilidade administrativa que já levou o município a uma crise financeira sem precedentes. Depois de criar uma enorme dívida nas finanças do município e dizimado as do fundo municipal de educação, comprometendo o rateio dos professores, agora ele parte para sua última cartada, tomar a secretaria de saúde, última e cambaleante secretaria, até então intocável. Não tenho dúvida nenhuma que trata-se de administrador ímprobo e irresponsável, agora no final desse ano de mandato, tenta desesperadamente conter os gastos desenfreados e o inchaço da folha e há quem diga que já ultrapassou os limites constitucionais de gastos com pessoal.Terá rejeição de contas pelo tribunal. E quem paga essa conta? Os garis, vigilantes, enfermeiros, médicos, servidores, comissionados, dentistas e toda comunidade bonfinense. Tudo fruto dessa lastimável administração que comprou e não pagou os comerciantes locais, aos artistas juninos e agora vende o patrimônio público irresponsavelmente. Precisamos interditar esse senhor antes que a fofoca nos destrua.

Abraços da Patrícia Vieira, Bonfinense com orgulho.

BONFINENSES VÃO AOS ESTADOS UNIDOS MOSTRAR TRABALHO NA FEIRA DE INOVAÇÃO SOCIAL



GRUPO JOVEM DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE SENHOR DO BONFIM – GASSB
CENTRO DE APOIO PEDAGÓGICO MANOEL DIAS SANTA ROSA
CNPJ 63101208/000-17
Rua Plínio Gomes Soares, 35 – Maristas, Senhor do Bonfim – Bahia
Fone: (74) 3541-6498 e-mail: gassbcap@yahoo.com.br / liana_104@hotmail.com


O GASSB tem desenvolvido um trabalho de inclusão social de pessoas com deficiência na região de Senhor do Bonfim, nos últimos 10 anos conquistando reconhecimento nacional e internacional. Após ter sido premiado na Feira Internacional de Inovação Social em 2006 na cidade do México, vencido o Prêmio Itaú Unicef 2007 na Regional Recife e recebido patrocínio do Banco Itaú/Unibanco para o Projeto Ampliar em 2010, chegou a hora de mostrarmos nossa região mais uma vez fora do Brasil.
A convite das Nações Unidas/Comissão Econômica para o Desenvolvimento da América Latina e do Caribe ONU/CEPAL, o GASSB participará de mais uma etapa da Feira Internacional de Inovação Social que será realizada na Universidade da California em San Diego – Estados Unidos, patrocinada pela Fundação W. K. Kellog, Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim, Prefeitura Municipal de Petrolina e Fundação Banco de Olhos Vale do São Francisco no período de 16 a 20 de novembro de 2010.
Estará apresentando o Projeto Pintando o Sete que realiza atividades com pessoas com deficiência visual desde a estimulação precoce com recém-nascidos a inclusão escolar e social.
São as Pessoas com Deficiência e a Educação de Senhor do Bonfim...

Eliana Conceição
Psicopedagoga
Esp. na Deficiência Visual
Assistente Social

Bairro da Olaria e adjacências receberão ações do CRAS Itinerante

Seguindo a política implementada pelo governo Cuidando da Nossa Gente de levar ações e serviço diretamente nos locais onde o povo está a Secretaria de Assistência Social, estará oferecendo aos moradores do bairro da Olaria e adjascências, todos os serviços e ações, desenvolvidas pelo CRAS – Centro de Referência da Assistência Social – também conhecido como Casa da Família.


Serviços continuados e ações de proteção social que tem como objetivo prevenir situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades e do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, serão disponibilizados para as populações dos bairros: Olaria, Santa Luzia, Promorar, Mutirão do Bonfim II e Bonfim III.


Na Olaria, as ações do CRAS Itinerante estarão concentradas no Posto Policial na próxima quarta-feira, dia 11 de novembro, das 09:00 às 15:00hs.


O principal programa desenvolvido pelo CRAS é o Programa de Atenção Integral à Família – o PAIF, que tem o objetivo de fortalecer os vínculos familiares, comunitários e sociais e, ainda, acesso e informações fundamentais aos seus direitos.


CRAS também no interior


O sucesso total do CRAS em Senhor do Bonfim, pode ser medido pela sua ampliação para o interior do município, (distritos de Igara e Tijuaçu), cujos processos de plantação foram acompanhados de perto pelo prefeito Paulo Machado, que comemora o importante serviço social prestado pelo projeto á população bonfinense.

ASCOM

BONFIM POUCO CRESCEU EM 10 ANOS

Município População em 2010 População em 2000

Juazeiro - 194.327---174.567 ---D:19.760

Casa Nova - 64.609---55.730---D: 8.879

Curaçá - 31.541---28.841---D: 2.700

Paulo Afonso - 107.520----96.499---D: 11.021

Pilão Arcado - 32.374--- 30.713---D: 1.661

Remanso - 37.945---36.257---D: 1.688

Senhor do Bonfim - 74.166---67.723---D: 6.443

Sento Sé - 36.162---32.461---D: 3.701

Sobradinho - 21.797---21.325---D: 472

Uauá - 24.174---25.993---D:-1.819

Mudança de Comando na PM de C.Formoso

O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA,
no uso de suas atribuições,



R E S O L V E





exonerar o Major PM OTO ANTONIO LOPES CUNHA, matrícula nº 30.119.351-6, do cargo de Comandante de Companhia Independente, símbolo DAS-3, da 54ª Companhia Independente de Polícia Militar – Campo Formoso.


nomear o Major PM ALEXANDRE MOTTA LIMA, matrícula nº 30.218.668-5, para o cargo de Comandante de Companhia Independente, símbolo DAS-3, da 54ª Companhia Independente de Polícia Militar – Campo Formoso.


http://www.egba.ba.gov.br/diario/_DODia/DO_frm0.html

Obras fiscalizadas protegem a cidade: “Há anos não temos desmoronamento por irregularidade”


Semana passada, em apenas quatro dias o Setor de Fiscalização da Secretaria Municipal de Infraestrutura realizou 39 notificações em obras e construções irregulares. Todos os anos, de abril a junho e de outubro a dezembro ocorrem esses picos de notificações. São meses próximos ao São João e ao Natal, quando a população mais reforma seus imóveis e “alguns não querem observar as regras para construir”, como diz Ruy Ivan Rodrigues Alves, há nove anos lotado no setor.

Tragédia, não – A Fiscalização trabalha com uma tabela de visitação aos bairros e ruas. Mas segundo Ruy, as demandas crescem com a cidade e a equipe está ficando insuficiente para a cobertura. “A gente tenta, porém surgem inspeções de medição, de habite-se e outras nos distritos, também de nossa alçada. Mas temos feito uma atividade preventiva que salva a cidade de riscos maiores”. Ele atribui que a atuação da fiscalização impede que prédios subam sem base e venham depois a desmoronar provocando mortes e tragédias. “Há uns dez anos não cai um prédio em Bonfim por irregularidade da obra, isso por que estamos sempre exigindo a anotação de responsabilidade técnica, que dá segurança”.



A fiscalização dá flagrantes em diversos tipos de infração. Funcionários afirmam ser comum que uma casa esteja subindo sem base segura, sem fundações, sobre encostas e em aterros não consolidados. “Se não atuarmos, a casa pode ruir e as famílias serão vitimadas”, reforça uma servidora do quadro de fiscais.

Entulho é campeão – A equipe tem seis funcionários para cobrir o trabalho de campo e fazer o atendimento e registros burocráticos. As notificações são feitas em formulário apropriado, normalmente dão o prazo de 48 horas para o infrator atender ao Código de Obras. Passado esse tempo podem advir multas e embargos. As irregularidades mais freqüentes são: entulhos jogados no espaço público, obras sem tapumes, materiais de construção na via pública, falta do Alvará de Construção, ausência do título de propriedade do terreno (a Escritura), prova de quitação com o Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU), a falta da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) no quadro da obra e outras. A irregularidade campeã de multas e notificações é o despejo de entulho em calçadas, jardins, etc.

Exemplo de embargo – No final de outubro, fiscais visitaram uma obra irregular na Rua São Pedro, no Itamaraty. A pista foi um monte de entulho jogado na rua, violando o Código de Obras do Município. Ao abordarem os pedreiros, os agentes viram que o entulho era de uma casa antiga ali demolida sem a devida Certidão de Demolição e que no lugar já se iniciava uma nova casa, também sem o Alvará de Construção. Na ausência do proprietário, os agentes deram um prazo para a retirada das ruínas e apresentação dos documentos de demolição e construção. Deixaram o endereço do Setor e aguardaram as providências, mas o responsável pela obra não apareceu e não deu explicação. Como a obra continuava ativa e o entulho no mesmo lugar, dia 25/10/2010 a fiscalização fez a notificação 219-A e decretou a interdição do serviço.

ASCOM