domingo, 29 de maio de 2011

RIXA ANTIGA DEIXA HOMEM GRAVIMENTE FERIDO EM ANDORINHA


Por volta das 20h00min da noite de sábado, 28, na localidade de Fazenda Coxo, zona rural de Andorinha, o senhor JORGE BARBOSA FIGUEREDO, 32 anos foi ferido a golpes de arma branca tipo peixeira, em três lugares de seu corpo, sendo dois na testa e uma na mãe direita onde foi enfiada a faca.
Em conversa com a vítima fomos informados que o motivo teria sido uma rixa antiga, onde em outra oportunidade a vítima e o autor identificado por Paulo Afonso, (Fonso), teriam brigado.

Maravilha Notícias

TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM BONFIM


Na madrugada desse domingo, 29 de maio deram entrada no HDAM, vítimas de disparos de arma de fogo, um adolescente de 17 anos (D.B.S.S), e o jovem ROBSON CAETANO DA SILVA, 21 anos residentes no bairro da Pêra.
De acordo com informações eles estariam no citado bairro quando foram alvejados por vários disparos de arma de fogo, efetuados por um homem que passava na garupa de uma moto.
Atingindo o menor nas nádegas, e o jovem em dois locais, no peito esquerdo e no rim.
Até o presente momento nenhuma informação do autor.

Maravilha Notícias

TARADO TENTA CONTRA PUDOR DE PACIENTE NO HOSPITAL


Foto Ilustrativa
Por volta das 20h00min, de sábado (28/05), foi apresentado no complexo policial o nacional: OSMÁRIO OLIVEIRA, de acordo com relatos da policia militar que presta plantão no HDAM, o acusado estaria acompanhando um amigo na enfermaria masculina, e em determinado momento teria ido até a enfermaria feminina onde havia uma paciente dormindo, e o homem já havia retirado o lençol e suspendido o vestido até a cintura da paciente, quando foi surpreendido pela irmã da paciente que chegou bem na hora, e questionou o que ele fazia ali, segundo o acusado se disse ser amigo da mulher, e saiu pela porta dos fundos do hospital.
Minutos depois ele retornou e foi reconhecido pelas irmãs da paciente que acionaram a polícia que fez a condução do tarado até o Complexo Policial, para maiores esclarecimentos.
Onde foi autuado por estupro.

Estupro
Art. 213 - Constranger mulher à conjunção carnal, mediante violência ou grave ameaça: Parágrafo único.(Revogado pela Lei n.º 9.281, de 4.6.1996)
Pena - reclusão, de seis a dez anos.

Atentado violento ao pudor
Art. 214 - Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a praticar ou permitir que com ele se pratique ato libidinoso diverso da conjunção carnal: Vide Lei nº 8.072, de 25.7.90
Parágrafo único. Revogado pela Lei n.º 9.281, de 4.6.1996
Pena - reclusão, de seis a dez anos.

Maravilha Notícias