terça-feira, 11 de outubro de 2011

A CARTA RETÓRICA DA PRESIDENTE DO PT DE SENHOR DO BONFIM E A VERDADE DOS FATOS

Uma carta elaborada no domingo dia 02 de outubro, pela presidência do PT bonfinense e datada a posteriori como sendo do dia 04, foi enviada à imprensa, bem antes de chegar às minhas mãos. Qualquer leitor de inteligência média percebe que o jogo de palavras e de cena, com o uso do heróico Partido dos Trabalhadores como escudo, esconde a verdade dos fatos que a direção local procura escamotear, fugindo do foco da questão.
Fica claro, uma vez por todas, quem traiu e foi traído nessa história: a cansativa e verborrágica carta diz que desde que me filiei ao Partido ali tive oposição, desconfiança, maquinações. O episódio da trama que me proibiria de ser candidato apenas foi um desdobramento dessas desconfianças e urdiduras.
Os membros simples do partido, os que têm sido enganados por discursos que escondem fortes jogos de poder e interesses pessoais e de um grupo que fez da Direção do partido um feudo, um dia acordarão e se darão conta de como o partido tem sido usado para alimentar projetos de poder e de crescimento de toda a ordem de um grupo bem articulado e cúmplice de intenções e atitudes.
À retórica vazia e filosoficamente mal estruturada do texto publicado, apresento em detalhe, com fatos, o que uma minoria ambiciosa vem escondendo dos filiados do PT, aos quais respeito e continuarei a respeitar:

BREVE RELATO CIRCUNSTANCIADO DOS FATOS E INTENÇÕES QUE APROFUNDARAM A CRISE DO PT BONFINENSE E OBRIGARAM O PREFEITO PAULO MACHADO A ABANDONAR O PARTIDO
1. A EXONERAÇÃO da Secretária de Saude, Gorete Brás, provocou um progressivo processo de conflitos e acusações, que se repetiram em sucessivas reuniões do partido;
2. Um mês após a exoneração da Secretária, o Prefeito Paulo Machado participou de reunião em que apresentou balancete financeiro fazendo ver a existência de uma dívida interna e externa fruto da má gestão da então secretária;
3. Nomeada para outra Secretaria, a ex-presidente do partido fazia oposição declarada ao governo, confirmando o que dissera na casa do prefeito, ao saber que seria exonerada: “eu irei destruir Paulo Machado”;
4. Iniciada a discussão quanto às eleições 2012, alguns membros do Diretório Municipal e o Secretário de Governo Carlos Brasileiro articularam o discurso de que “o prefeito é candidato natural porém em abril do próximo ano, se estiver bem, será o candidato, podendo haver prévias”. A Presidente municipal do PT chegou a dizer em reunião: “ Lá fora, para a mídia, eu digo que o professor é o candidato, mas aqui dentro temos de definir em abril de 2012, o professor precisa re-pactuar muita coisa”. O prefeito disse abertamente que as prévias eram discriminatórias, pois isto não ocorrera com Brasileiro, e que não aceitaria participar de prévias;
5. Carlos Brasileiro insinuava que o Governador indagara se ele não queria ser candidato em 2012 e dele ouviu quando da inauguração da UNIVASF: “Brasileiro, pegar um companheiro que está sentado no poder e levar às prévias, de duas uma: ou se quer descartar o companheiro, ou se quer enfraquecê-lo”. O Secretário prometeu que procuraria contornar esse conflito, o que não fez em momento algum;
6. Na última reunião de Diretório da qual participou, o prefeito pediu se votasse a proposta aprovada em Congresso recente do PT: “o Diretório pode, por 70 por cento de seus membros, decidir se haverá ou não prévias em municípios já governados por companheiros”. A ex-presidente Gorete não deixou sequer a proposta fosse votada, confirmando que “só em abril, se o senhor estiver bem”;
7. Enquanto o deputado Josias Gomes e o senador Pinheiro tentavam uma reunião em Salvador para confirmar a candidatura do Prefeito, pessoas do staff do secretário Carlos Brasileiro afirmaram em Bonfim que o prefeito não seria candidato, e que o nome a ser consagrado seria o de Adilson Brasileiro; vereadores, a exemplo do vereador Tavinho, dele ouviram, por ocasião da medição do aeroporto para Bonfim, que eu não poderia mais ser o candidato a prefeito, que era preciso escolher outro nome;
8. Diante das evidências, o prefeito encaminhou pedido de desfiliação, que foi aceito de pronto, e acatado em reunião do Diretório 24 horas depois;
9. No domingo, dia 2 de outubro, o Prefeito recebeu a visita do Deputado Josias Gomes, sendo convidado a retornar pura e simples ao Partido dos Trabalhadores; disse-lhe o prefeito que aguardaria a reunião do Diretório com Brasileiro e com o Presidente Estadual do Partido, Jonas Paulo e permaneceu em sua residência no aguardo de encaminhamentos que nunca foram pensados nem propostos;
10. Às 11 horas, reunião no Diretório, com presença de Carlos Brasileiro, deu-se o meu afastamento como irreversível e não houve nenhum esforço no sentido de escutar o prefeito;
11. O Secretário Carlos Brasileiro convocara para reunião em um restaurante da cidade alguns membros da sociedade bonfinense e os vereadores, ocasião em que destilou ódio mortal, desdobrando-se em acusações e valorações negativas do prefeito sem que este ali estivesse para estabelecer o contraditório. Falava o secretário em impossibilidade de convivência e de realizar campanha com o prefeito Paulo Machado, dando o fato como consumado;
12. O Presidente estadual do PT Jonas Paulo reuniu-se em Senhor do Bonfim, no referido domingo, às 14 horas, com alguns membros do Diretório e orientou e assinou nota pública em que se oficializava a retirada do Prefeito do Partido dos Trabalhadores, sem propor alguma reunião em vista à reversão do conflito; daí nasceria também uma carta que seria encaminhada à imprensa e ao Prefeito somente no dia 11 de outubro;
13. Concluindo que interessava de fato a membros da direção do partido em Senhor do Bonfim o descarte do prefeito, nada mais lhe restou senão filiar-se de fato a outro partido;
14. Em reunião realizada na data de hoje o partido seguiu à risca a orientação dada por Carlos Brasileiro em blog , o “Maravilha Noticias”: “rompimento com o governo municipal, e colocação dos cargos à disposição, cabendo ao prefeito aceitar ou não”. Nota em que o Prefeito é chamado de “traidor”;
15. Deixo a Deus e à história o julgamento: nada feito às escondidas deixará um dia de vir às claras. Deverá inclusive o Secretário Carlos Brasileiro explicar por que sempre interveio no partido quando isto lhe convinha (imposição do nome do candidato Ivan Barbosa na convenção eleitoral; incentivo e apoio ao prefeito quando da exoneração da secretária Gorete Brás; silêncio e omissão quando da exoneração da Diretora da Direc 28 e Presidente do Partido Rita Brás), mas preferiu em nada cooperar para evitar o conflito que resultou na desfiliação do Prefeito Paulo Machado do PT. Pelo contrário, urdiu reuniões e tomadas de posição para expulsar de vez o Prefeito incômodo, deixando-lhe livre o caminho para tentar retornar à Casa Amarela Bonfinense, o que já se delineia pelos últimos discursos que vêm enviando à imprensa local.


Senhor do Bonfim, Bahia, 11 de outubro de 11. Paulo Batista Machado

CARTA DO DIRETÓRIO DO PT PARA O PREFEITO PAULO MACHADO

DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PT – PARTIDO DOS TRABALHADORES DE SENHOR DO BONFIM - BA

Ao:
Exmº Sr Paulo Batista Machado
M.D. Prefeito do município de Senhor do Bonfim – Bahia
Exmº Prefeito,

Diante do cenário político municipal atual, onde o Partido dos Trabalhadores – PT, mais uma vez aparece como centro do debate, consideramos salutar e necessária uma posição transparente e coerente com os nossos princípios que nos fizeram ocupar o poder político em todas as esferas do país através da confiança e vontade do povo.
Inicialmente, diante do que temos presenciado não nos parece pertinente apontarmos dedos ou assumirmos discursos depreciativos acusatórios que nos fazem lembrar as clássicas e imortalizadas cenas na história da civilização quando se trata de disputa pelo poder, a exemplo da expressão usada por Júlio César (44 a.c) diante da cena de traição que o levou a morte: Tu quoque, Brute, filii mei! ("Tu também, Bruto, meu filho!"), ou a expressão mais atual “Até tu, Bruto?”, usada por Shakespeare.
Entendemos que este tipo de discurso ainda se aplica quando nos entregamos incondicionalmente a um projeto que acreditamos e elegemos com a mesma confiança os companheiros que estarão ao nosso lado, defendendo uma causa cujos interesses coletivos se sobrepõem aos interesses individuais e sofremos decepções. É necessário então relembrá-lo que a aceitação do seu nome como companheiro no PT, como companheiro de luta por princípios e ideais históricos e que honram a nossa trajetória, nunca foi consensual! Antes mesmo da oficialização da sua mobilidade partidária já havia dúvidas em torno do perfil do novo filiado que estaríamos acolhendo e elegendo como par.
A desconfiança sobre a identidade partidária do novo filiado, para além dos interesses políticos do momento, sempre estiveram no centro da pauta. Mesmo quando tivemos que sensibilizar a militância para a luta a fim de defender um projeto de sociedade que apaixonadamente nos identifica e aproxima, o nosso grito parecia se esvair na descrença e descrédito ao “novo companheiro” que iria assumir a liderança naquela nova etapa de concretização. Definitivamente, a surpresa da ruptura, da desfiliação, da decepção expressada com discursos resgatados no estilo “Tu quoque, Brute, filii mei!” não se aplica nas nossas compreensões e representações sobre o fato, Senhor Prefeito!
Infelizmente a desconfiança de alguns fazia sentido, até porque não podemos apagar o que a história nos conta. Mesmo acreditando na permeabilidade dos nossos conceitos, das nossas posições, na processualidade, na mudança e no constante dever, algumas marcas do que somos permanecem e nos identificam para sempre! Basta também relembrarmos de fatos concretos que ilustram a sua trajetória política e que preferimos compreendê-las, na época, como “estigmas”. Ora, o Senhor tinha demonstrado ser aliado – muitas vezes manifestando publicamente o discurso de aprendiz da gestão séria e competente que foi implantada durante os 08 anos de gestão municipal do Partido dos Trabalhadores, sob liderança do companheiro Carlos Brasileiro! Além disso, a sua bagagem intelectual e as idéias progressistas que perpassavam o seu discurso acadêmico estavam muito acima do que as marcas desprestigiosas e conservadoras anteriormente apontavam.
Foi assim que, naquele momento, a maioria dos companheiros acreditou verdadeiramente que o Senhor poderia dar continuidade ao trabalho vitorioso e aprovado pelo povo que foi iniciado pelo PT no Município de Senhor do Bonfim. Ledo engano! Hoje sabemos a distância que há do seu papel de co-participação no trabalho na gestão pública municipal que foi implantado, para o seu papel na liderança dos trabalhos. Um líder democrático assume a sua liderança sem abrir mão da possibilidade de deixar-se ser avaliado pelos companheiros que, com suor e luta, trabalharam em prol da sua eleição, acreditando na possibilidade da continuidade de um projeto político que por décadas foi sonhado, pensado, estruturado e aplicado com sucesso. De forma abrupta, o que foi construído ficou estagnado ou foi enfraquecido em seu governo. Mais uma vez, lamentavelmente, temos que sucumbir ao que a história revelou: só “idéias não correspondem aos fatos”. Um companheiro petista, com “alma” petista e companheiro de luta e ideal partidários nunca abandonaria o barco porque não quer ser submetido ao que nossos princípios históricos apontam e norteiam!
Entendemos, então, que o Senhor não está deixando o partido! O Senhor está saindo de um lugar, de uma posição em que nunca se adaptaria e deveria estar! Essa não é a sua essência partidária. O Senhor está voltando para a posição em que sempre esteve! Respeitamos a sua escolha, mas de concreto queremos afirmar que estamos falando em escolhas e de lugares absolutamente diferentes! Nos equivocamos na escolha, na confiança, quando generosamente nos colocamos enquanto companheiros na linha de frente da luta e batalhas para elegê-lo e o colocarmos no cargo que agora ocupa. Mas sabemos também que os legados dos trabalhos desenvolvidos pelo PT no município, são demarcadores de épocas como modelo de gestão pública. Isso representa a nossa marca partidária e ela não será jamais esquecida!
Por isto mesmo estamos colocando à disposição de V. Excelência, os cargos que correspondem ao espaço dado no seu governo ao Partido dos Trabalhadores. Não há sentido a nossa permanência quando estamos tratando de ideais e valores políticos que se opõem!


Rita de Cássia Braz Conceição Melo
Presidente PT/DM – Senhor do Bonfim – Ba.

SENHOR DO BONFIM TERÁ NOVO CRAS E DISTRITO DE QUICÉ SERÁ A SUA SEDE

O Governo Cuidando de Nossa Gente vem de ser contemplado com um novo Centro de Referência e Assistência Social. Dando continuidade à sua política de interiorização de benefícios que vinham sendo sempre reservados à zona urbana, o Prefeito Paulo Machado solicitou ao Conselho Municipal de Assistência Social que o novo CRAS venha a ser instalado no populoso Distrito de Quicé, no que foi atendido em reunião do Conselho ocorrida nesta segunda-feira, dia dez : “Os moradores da cidade recebem atenções múltiplas através de psicólogas, assistentes sociais, advogados, técnicos, está na hora de levar este direito social à zona rural”.

O Novo CRAS implicará no investimento mensal de 11 mil reais, e será um órgão fruto da parceria entre o Governo Federal, através do MDS (Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome), governo do estado e governo municipal.

O MDS, em seu portal, explica o que é um CRAS e a sua importância em uma determinada comunidade:

O que é o CRAS - Centro de Referência da Assistência Social?

O CRAS - Centro de Referência da Assistência Social é uma unidade pública estatal localizada em áreas com maiores índices de vulnerabilidade e risco social, destinada ao atendimento socioassistencial de famílias.

O CRAS é o principal equipamento de desenvolvimento dos serviços socioassistenciais da Proteção Social Básica. Constitui espaço de concretização dos direitos socioassistenciais nos territórios, materializando a política de assistência social.

Como atua o CRAS?

O CRAS é o lugar que possibilita, em geral, o primeiro acesso das famílias aos direitos socioassistenciais e, portanto, à proteção social. Estrutura-se, assim, como porta de entrada dos usuários da política de assistência social para a rede de Proteção Básica e referência para encaminhamentos à Proteção Especial.

Desempenha papel central no território onde se localiza ao constituir a principal estrutura física local, cujo espaço físico deve ser compatível com o trabalho social com famílias que vivem no seu território de abrangência e conta com uma equipe profissional de referência.

Nesse sentido, destacam-se como principais atuações do CRAS:

• Presta serviços continuados de Proteção Social Básica de Assistência Social para famílias, seus membros e indivíduos em situação de vulnerabilidade social, por meio do PAIF tais como: acolhimento, acompanhamento em serviços socioeducativos e de convivência ou por ações socioassistenciais, encaminhamentos para a rede de proteção social existente no lugar onde vivem e para os demais serviços das outras políticas sociais, orientação e apoio na garantia dos seus direitos de cidadania e de convivência familiar e comunitária;

• Articula e fortalece a rede de Proteção Social Básica local;

• Previne as situações de risco no território onde vivem famílias em situação de vulnerabilidade social apoiando famílias e indivíduos em suas demandas sociais, inserindo-os na rede de proteção social e promover os meios necessários para que fortaleçam seus vínculos familiares e comunitários e acessem seus direitos de cidadania.

Jornal da Câmara edição 11-10-2011

População Bonfinense de Parabéns com a paralisação

O Vereador Carlos de Tijuaçu do PHS
ao fazer uso da palavra na tribuna da Câmara nesta terça-feira dia 11, parabenizou a população Bonfinense pelo empenho na paralisação da BR-407, que ocorreu, neste dia 11 e fez referencia também a participação da imprensa local e regional e todo o legislativo Municipal.


O vereador Bel do PSB disse estar satisfeito com a participação de todos no movimento, como vereadores, comerciantes e imprensa em geral.


Gustavo Miranda do PCdoB parabenizou a população Bonfinense pela brilhante manifestação na paralisação da BR-407, nesta terça-feira dia 11. Gustavo ressaltou a participação de da imprensa, estudantes, policial Rodoviária e Militar enfim toda comunidade Bonfinense.


Laércio Muniz do PTN protestou à falta de consideração do ex-prefeito Carlos Brasileiro e atual secretário de combate a pobreza, que nem veio para o manifesto do hospital e tão pouco interferiu junto ao governador em prol de nossa casa de saúde.

Laércio cobrou ainda a falta de empenho dos deputados do PT votados no município como: Josias Gomes, Zezéu Ribeiro, Gorete, Ritinha e Carlos Brasileiro, para Laércio todos tomaram Doril e sumiram.

O edil disse ainda que não entendia como o Quicé uma terra tão boa, deu uma ovelha tão ruim chamada Carlos Brasileiro, mas o povo esta esperando para dar as respostas nas urnas.

Gerivaldo Sampaio do PSC considerou o movimento pacifico e que aguardava uma resposta urgente por parte do governo do estado a fim de corresponder as expectativas da população.

Agradeceu ainda o trabalho da imprensa, policias civil, militar e rodoviária e considerou o discurso do Deputado Adolfo Menezes e do administrador do hospital Regional José Lourenço como coerentes.

ASCOM - CÂMARA

INFORMAÇÕES DO MOVIMENTO DE CURSILHOS DE CRISTANDADE


• O QUE É?
Os Cursilhos de Cristandade são um Movimento da Igreja Católica, criado por leigos e orientado para leigos. Desde o seu nascimento, em 1944, na Ilha de Palma de Maiorca (Espanha), mostrou-se sempre fiel aos ensinamentos do Magistério. Rapidamente foi reconhecido como fruto da ação do Espírito Santo, em virtude dos bons resultados que se operaram nas pessoas que participaram logo nos primeiros Cursilhos. Desde essa altura para cá, os Cursilhos espalharam-se entusiasticamente por todo o mundo.

• QUAL A DURAÇÃO DE UM CURSILHO DE CRISTANDADE?
Tem a duração de dois dias (podendo chegar a três dependendo de cada realidade), mas deve (de outro modo) prolongar-se pela vida fora, o chamado «3º dia».

• QUAL É O SEU OBJETIVO?
Os Cursilhos de Cristandade têm por objetivo, através dum método próprio, proporcionar a vivência e a convivência do fundamental cristão, através de pessoas selecionadas previamente, em virtude da sua influência nos ambientes da vida, para divulgar, consciencializar e testemunhar os valores do Evangelho e o rosto de Cristo.

* QUANDO ACONTECERÁ O PRÓXIMO CURSILHO?
03/11 - MISSA DA ENTREGA NO CENTRO PASTORAL DIOCESANO.
04 A 06 /11- XIV CURSILHO FEMININO.
• MISSAS COM ANIMAÇÃO DO MOVIMENTO DE CURSILHOS
Todas as terças-feiras (19h30 min) e 4º domingo de cada mês na Catedral às 7h.

• ENCONTROS PARA ESTUDOS / ESCOLA VIVENCIAL
Sempre às quintas-feiras, às 19h30min no Centro de Pastoral Diocesano

• SETORES EXISTENTES
- Jacobina
- Jaguarari (em processo de implantação

CRISTO CONTA COM VOCÊ!
Setor de Comunicação do Movimento de Cursilhos
Coordenação de Senhor Bonfim

Transmissor de sinal de TV em manutenção


A Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim comunica à população que nesta terça-feira, 11/10, técnico da Rede Record que solicitado pelo município veio à cidade para sanar problemas na torre da Record, atestou ser indispensável realizar completa manutenção do transmissor de sinal, em Salvador. O aparelho foi levado automaticamente para a capital, com previsão de retorno e restabelecimento do sistema até o final da semana em curso.

ASCOM

Paralisação da BR 407 Eu Fui !!!! E vc ?








O Vereador Gustavo participa da Conferência do PCdoB de Andorinha-Ba


Aconteceu neste sábado (08/10) a conferência do PCdoB de Andorinha, e o vereador Gustavo Miranda do PCdoB de Senhor do Bonfim esteve presente. O evento contou com as presenças de Altino Junior pré-candidato a prefeito daquele município, Andreilto Almeida vice-presidente do partido de Senhor do Bonfim, Sandra Luzia presidente do PCdoB de Andorinha, Maria Ilda presidente da UJS (União da Juventude Socialista), representantes de Associações e pré-candidatos a vereadores.

No início Sandra se pronunciou ressaltando o nome de Gustavo e Andreilto pelo apoio na fundação do partido. A mesma ainda explicou por que foi fundado o PCdoB em Andorinha “O nosso propósito em fundar o partido em Andorinha foi de fazer uma política de qualidade no município, e construir um novo projeto para a população” argumentou a presidente.

Andreilto que também se pronunciou, falou sobre as conferências “As Conferências é um momento oportuno para o partido crescer e filiar lideranças” disse o mesmo. E ainda parabenizou a recém-formada UJS no município e saudou a presidente Maria Ilda, por vestir a camisa de entidade e trazer para os jovens do município uma oportunidade de se expressarem e fazer projetos.

Gustavo começou a sua fala ressaltando a importância que é para o partido de criar um projeto político e apresentar a população no ano de 2012. Também elogiou Altino Junior “O Junior que já foi meu aluno quando eu lecionava, sempre foi um rapaz determinado, competente e humilde; e agora é formado em Ciências Contábeis, tem seu trabalho e não precisa de dinheiro de prefeitura para viver, a vontade dele de ser prefeito é para trazer para a população de Andorinha, uma oportunidade de crescimento, de novos projetos na área de educação, saúde, esporte, cultura, lazer e infra-estrutura” disse o vereador. Ainda acrescentou que a política hoje está desacreditada porque as pessoas boas saem da política e as ruins ficam, e que é preciso mudar isso, para dar uma nova cara à política colocando uma pessoa comprometida com o povo.

Altino Junior, que foi tanto elogiado na conferência, encerrou a noite agradecendo a todos os presentes e ainda disse “Eu estou preparado para trazer para o povo Andorinha, uma terceira opção na eleição de 2012, e tenho certeza que os nossos projetos vão ser melhores, porque serão feitos pensando no povo” concluiu o pré-candidato a prefeito.

Fonte: ASCOM VEREADOR GUSTAVO MIRANDA

Uauá: Idoso mata mulher e se entrega á policia


Um homem de 66 anos se entregou na Delegacia de Policia Civil de Uauá por volta do meio dia desta segunda-feira (10), segundo a polícia Manoel Cordeiro de Morais chegou a DEPOL dizendo ter matado sua esposa Maria Ferreira de Almeida 65 anos, ele teria desferido três golpes com as costas de um machado na cabeça da mesma ontem por volta das 22h. Pessoas ligadas à família disseram a reportagem do Umbuzada.com que o casal brigavam muito, que Manoel Cordeiro sofria com problemas de depressão e esquizofrenia.
Manoel e Maria tinham 8 filhos, 7 moram em São Paulo e 1 ainda reside em Uauá. O Corpo de Maria foi recolhido pelo IML de Senhor do Bonfim onde passará por pericia técnica.

Fonte: Umbuzada.com

Paralisação da BR 407 Eu vou!!!! E vc ?



EU VOU E VOCÊ?

SALVE O HOSPITAL REGIONAL, Salve as nossas vidas! Salve a sua vida também!

PARALISAÇÃO DA BR-407
Dia 11 de outubro, às 9h, sainda da Praça Nova do Congresso em direção à BR-407
Vestimentas na cor branca
O Piemonte Norte do Itapicura clama por uma Saúde digna.
Todos nós UNIDOS POR UM SÓ OBJETIVO, independente de cor, raça, partido político, associação, entidade... vamos todos. MAS LEMBRE-SE É ACIMA DE TUDO UM ATO DE POLÍTICA PÚBLICA... POLÍTICA DE SAÚDE DIGNA... A SUA PRESENÇA É INDISPENSÁVEL.

ABRACE ESTA CAUSA.