terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

VISÃO DE HUMBERTO SANTIAGO SOBRE ÁGUAS DE PONTO NOVO

Caro jornalista,

Definitivamente o nobre deputado Carlos Brasileiro, está “antenado” com os acontecimentos de Senhor do Bonfim.

Trazer a tona o grave problema do abastecimento de água em que se encontra a nossa cidade e vizinhas, foi o suficiente para o seu gabinete soltar notas louvando o deputado e o seu trabalho junto ao governo estadual. Se algo acontecer, de fato, os louros ficam com o deputado, em caso contrário o erro é do governo do estado que fez a promessa.

Sintomaticamente já estamos de malas cheias de promessas do deputado, de aeroporto, hospital, parque industrial, barragem do Faleiro e toda e qualquer noticia que possa se transformar em promessa, agora a transferência de águas da barragem do Ponto Novo para Bonfim.

Neste exato ponto a população de Bonfim se pergunta se dá para acreditar em mais este aceno salvador do deputado. E depois, vamos ficar esperando tranquilos e serenos esta solução? E se não vier, como as outras? A nossa água disponível vai poder esperar? Ao que sabemos, só teremos água até o final de março, e os meses de abril e maio vamos viver de quê? E se houver atraso, o que sempre acontece? Não creio que devamos nos acomodar em uma falsa tranquilização. A situação é muito grave e a credibilidade do governo do estado e do nosso representante legislativo não é das maiores. Precisamos exigir do governo garantias de abastecimento caso mais esse plano não saia das boas intenções. Qual seria o plano B? Continuar rezando para São José?

Gato escaldado, e com sede, ouve promessa de água e fica com medo de entrar numa fria, ou melhor, água de promessa não passa a sede de ninguém! Creio que estejamos fartos de promessas nunca cumpridas! A população colocou novos governantes municipais para mudar o cotidiano político e para que conseguir superar o tempo das promessas e alcançar concretamente os objetivos e necessidades. Certamente os novos dirigentes vão conclamar a população a participar da reunião já marcada pelo governo do estado através dos seus secretários. Vamos cobrar planos e saídas reais neste acontecimento. Que as nossas necessidades e os nossos desejos projetados tenham datas de início e fim para a execução das obras prometidas. E que sejam apontadas alternativas viáveis caso a nossa água acabe antes que chegue a de Ponto Novo.

Desta forma, e desejando que a notícia do gabinete do deputado Carlos Brasileiro esteja repleta de razões para crença, reitero o pedido de participação cívica de todos neste, e em qualquer acontecimento que seja do interesse da bossa terrinha.

Atenciosamente

Humberto Santiago