sábado, 17 de agosto de 2013

COTIDIANO: COM 100 ATUAÇÕES NO TRIBUNAL DO JÚRI, ADVOGADO VAI LANÇAR LIVRO

Josemar atuando no Júri de número 100

O advogado bonfinense JOSEMAR SANTANA acaba de completar 100 atuações no Tribunal do Júri e está determinado a publicar livro contando as histórias e estórias que conheceu durante as suas atuações e que espera servir a novos advogados que tenham vocação e interesse para atuações no Tribunal Popular.

Josemar começou as suas atuações no dia 5 de maio de 1999, na Comarca de Senhor do Bonfim (Ba), e terça-feira (13.08.2013) completou a centésima atuação, atuando no Tribunal do Júri da Comarca de Itiúba (Ba), tendo suspendido suas atuações entre setembro de 2006 e setembro de 2007, por causa de um infarto do miocárdio.

Durante a sua trajetória Josemar contou sempre com o auxílio das filhas, Maraísa Santana e Maiana Santana (também advogadas), que se dedicam ao trabalho de garimpagem dos processos, fazendo anotações, selecionando jurisprudências e citações doutrinárias e preparando roteiros para as teses de defesa, inclusive atuando em algumas Sessões de Julgamento, desde a época de estudantes dos cursos primário e secundário, quando revelaram interesse e vocação pela profissão do pai.

Josemar já atuou em todas as regiões do Estado da Bahia, com algumas incursões fora do Estado e durante a sua trajetória estimulou vários colegas a atuarem no Tribunal do Júri, tendo atuado apenas três vezes como assistente de acusação, guardando cuidadosamente todos os dossiês dos processos que defendeu para encaderná-los em volumes e doá-los a alguma biblioteca de uma Faculdade de Direito, que ainda será escolhida.

Ao completar a centésima atuação no Tribunal do Júri Josemar lembrou que o seu maior incentivador foi o juiz Edson Souza, que por muitos anos foi o titular da Vara Crime de Senhor do Bonfim, registrando também outros magistrados que considera importantes na sua trajetória, a exemplo dos juízes que passaram pelas comarcas da região como Josemar Cerqueira (Saúde), Ricardo Schimidt (Campo Formoso), George Assis (Pindobaçu e Campo Formoso), Roberto Paranhos (Pindobaçu), Aroldo Carlos (atual Juiz de Campo Formoso) e Dione Cerqueira (atual Juíza de Itiúba).

Do Ministério Público Josemar guarda importantes lembranças de promotores que atuam ou atuaram na região, destacando Edmundo Reis, David Gallo, Ítala Suzana, André Fethal, Samuel Luna, Andréa Borges e Bianca Geisa.

Josemar ladeado pela promotora Abdréa Borges e Juíza Dione Cerqueira

A Dra. Dione Cerqueira, Juíza da Comarca de Itiúba, ao abrir a Sessão do Júri elogiou o trabalho profissional do advogado, destacando a sua contribuição para o fazimento da justiça na Bahia, e a promotora Andréa Borges, além de destacar a postura elegante do advogado disse que o Estado da Bahia lhe deve muito pelos serviços prestados à Justiça baiana.

Josemar está elaborando minuciosa estatística sobre os processos em que atuou, revelando que em todos eles registra a presença de bebida alcoólica nos fatos motivadores dos crimes de homicídio, consumados ou tentados.


SANSIL COMUNICAÇÃO – Sr. Bonfim, Bahia, 17 de agosto de 2013.

ESPORTE: EQUIPE BONFIM KOMBAT GFTEAM, VAI ATÉ JUAZEIRO REPRESENTAR BONFIM


A equipe liderada pelos os irmãos Vugner Silva e Vegner Silva, irá participar do Campeonato Juazeirense de Jiu Jitsu no dia 18 /08 e leva um batalhão de 30 atletas das categorias mirim, infanto – juvenil, juvenil e adulto masculino e feminino.

Vamos representar a nossa cidade em mais evento.

Vugner Silva.

POLÍTICA: VEREADOR RÊ DO SINDICATO VAI PROPOR FIM DO RECESSO EXAGERADO NA CÂMARA DE BONFIM


Fim do recesso parlamentar no meio do ano e redução do recesso de Dezembro a Fevereiro deverá ser sugerido na câmara de Senhor do Bonfim.

O autor da proposta será o vereador Rê do Sindicato que pretende conversar com os colegas e logo depois apresentar projeto de lei com objetivo de acabar com recesso parlamentar de trinta dias.

O desejo do parlamentar é que a partir do próximo ano não aconteça mais o recesso no meio do ano. Até por quer, segundo ele, o fim do recesso não irá fazer muita diferença, já que apesar de não estarem no plenário, os vereadores sempre estão nesse período trabalhando em prol do povo, “o recesso é motivado em virtude do nosso São João, o interessante seria que logo depois do São João retornasse os trabalhos com as discussões no plenário, vamos também apresentar nesse mesmo projeto se tem como reduzir o recesso que tem inicio no dia 15 de Dezembro e se encerra no dia 15 de Fevereiro”, disse o vereador.

ASCOM DO VEREADOR

EDUCAÇÃO: APÓS ACORDO, GREVE TERMINA E AULAS VOLTARÃO AO NORMAL NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA (19) EM PONTO NOVO


Os professores e o Executivo de Ponto Novo estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira (16), para negociação dos pontos reivindicados nos últimos dias. Durante a reunião, ficou acordado o fim da greve e um aumento de 15% no salário base, excluindo, a partir de agora, a complementação do Fundeb no valor de R$ 110,00 que era paga todo mês e não fazia parte do salário base. Não haverá pagamento de retroativo até janeiro, uma vez que os R$ 110,00 de complementação poderia ter sido extinta desde o início do ano, mas continuou a ser pago, e a categoria entendeu essa posição do Executivo.
Quanto aos demais pontos ficou acordado o seguinte:

1 - Quanto a titulação e a eleição de diretores, ficou marcada uma nova reunião, dia 30 de agosto, na secretaria de educação para a constituição da comissão dos títulos e a marcação da data da audiência pública sobre a eleição de diretores, lembrando que ambos tem que passar pela Câmara de vereadores;

2 - Sobre o IPPN, os advogados da Prefeitura e da APLB vão se aprofundar no assunto e vamos buscar a melhor forma possível. Porém, viu-se eu o prefeito não colocará empecilhos para que a gestão da instituição fique por conta dos servidores ou mesmo que o Instituto seja extinto e a gestão dos recursos passe para o INSS;3 - Os dias não trabalhados não serão descontados e aulas serão repostas. Portal Ponto Novo

POLÍTICA: EX-PREFEITO DE CAMPO FORMOSO EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTO


NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em virtude dos boatos caluniosos que circulam na cidade de que profissionais e empresas contratadas durante a minha gestão estão sem receber seus vencimentos por ausência de documentos; sinto-me no dever de informar ao povo trabalhador de campo formoso sobre a verdade dos fatos. Também venho em público repudiar a atitude da gestão interina, que ressentida pela ausência de apoio popular, utiliza-se da condição de poder para desrespeitar o direito adquirido dos trabalhadores de Campo Formoso, num jogo sujo de política partidária barata.

Sobre a ausência de documentos que vem sendo utilizada como argumento para o não pagamento de empresas e profissionais contratados pela prefeitura na minha gestão, no período de 1 de janeiro a 5 de julho de 2013, venho a publico esclarecer o seguinte:

1º) Conforme determina o Art. 49 da Lei de Responsabilidade Fiscal, e, com o apoio de colaboradores comprometidos com a transparência pública, encaminhei ao Tribunal de Contas dos Municípios, a prestação de contas das despesas e receitas referente ao mês de junho, no dia 31 de julho de 2013, cumprindo o prazo da lei. (Conforme ANEXO 1)

2º) Para garantir a integridade dos documentos públicos e a certeza do respeito aos direitos adquiridos dos trabalhadores campo-formosenses, os documentos referentes aos contratos de empresas e profissionais que prestavam serviço à Prefeitura foram encaminhados por via judicial, através da Vara da Fazenda Publica. O protocolo de recebimento dos documentos e seus anexos foi assinado por serventuário da justiça, no dia 01 de agosto e recolhido por representante da atual gestão, Sr. Franklin Leandro Fereira da Silva no dia 06 de agosto de 2013. (ANEXO 2)

3º) Assim como agi com os professores, que tiveram seus direitos assegurados, mesmo a dívida tendo sido deixada por outro gestor. O Prefeito Interino não deve ficar buscando desculpas para cumprir o que manda a Constituição Federal. Uma vez que o trabalho prestado foi um dever cumprido do cidadão e que o pagamento é direito adquirido pelas empresas e trabalhadores que prestaram seus serviços à Administração Municipal, não tendo o prefeito interino, Sr. Elmo Nascimento, o direito de negar a sua remuneração.

Todas as informações de contratos de minha gestão encontram-se publicadas no Portal da Transparência, bem como me coloco à disposição dos prestadores de serviço, fornecendo cópia dos documentos da minha gestão para que não sejam ludibriados pela atual administração e finalmente, possam receber seus vencimentos.

Um abraço cordial a cada cidadão campo-formosense e que Deus continue a nos abençoar.


Eurico Soares