quinta-feira, 30 de abril de 2015

FILADÉLFIA: PREFEITURA E SECRETARIA DE AGRICULTURA DISTRIBUEM MAIS DE 16 TONELADAS DE FEIJÃO E MILHO AOS PEQUENOS PRODUTORES DO MUNICÍPIO


A Prefeitura de Filadélfia através Secretara Municipal de Agricultura e do Secretário da pasta Sr. Manoel Diran, vem nos últimos anos, realizando várias ações inéditas no município, Através de parceria sólida com os Governos Federal e Estadual e com parceiros municipais como o Sindicato dos Trabalhadores Rurais e a Central das Associações. Entre estas ações, destacam-se: Realização do primeiro Cursos de Capacitação de Pequenos Agricultores; 1ª Campanha Itinerante para vacinação do rebanho bovino; Projeto de melhoramento do rebanho ovino e caprino com a circulação de cinco carneiros reprodutores PO (puro de origem) e 40 Cabras também PO entre os rebanhos dos pequenos criadores do município.

E as inovações não param por ai, hoje, pela primeira vez na história do município, os pequenos agricultores receberão das mãos do prefeito Barbosa Junior e do secretário de Agricultura Manoel Diran, mais de 16 toneladas de sementes de milho e feijão. “Não vamos só distribuir sementes, mas estamos colocando a inteira disposição dos agricultores os tratores agrícolas do município para prepararem as terras para o plantio, e, não podemos perder tempo, as chuvas chegaram e temos que aproveitar a terra molhada para lançarmos as sementes”. Disse o Secretário.

Durante a entrega das sementes, o prefeito Barbosa Júnior falou quanto esse projeto é importante para o município e também da sua luta para incentivar o desenvolvimento dos agricultores e pequenos criadores. Falou também do projeto já em andamento para promover o desenvolvimento da psicultura no município. “já conseguir um trator esteira para fazer os tanques para criação de peixes e já conversei com o Secretário do Bahia Pesca Sr. Dernival Oliveira para a realização de cursos e doação de alevinos as comunidades que receberão o projeto”

Além do prefeito Barbosa Júnior e do Secretário de Agricultura, várias outras autoridades estiveram presentes ao evento a exemplo da Secretária de Administração Srª Cléia Pinto, o Sr. João Luiz do sindicato, os vereadores Jirlene Leal e Jailton Correia entre dezenas de presidentes de associações do Município e técnicos da prefeitura.

ASCOM

NOTA DE ESCLARECIMENTO


A Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Senhor do Bonfim vem a público, por meio desta nota, informar a todos e principalmente as Organizações Contábeis desta Cidade e Região, que diante de algumas reclamações que chegaram a até nós sobre um curso cujo o tema é sobre o E-social realizado no dia 27 de Abril de 2015, Que á Associação Comercial não teve participação
nenhuma na organização deste evento nem autorizou a ninguém usar o nome desta instituição, se pessoas sem caráter se aproveitou para tal, reiteramos que nem se quer sabíamos deste evento.

E informamos que a Associação Comercial e CDL firmou uma parceria com a 3NERY COMUNICAÇÃO E TREINAMENTOS para a realização de uma serie de Cursos ate o Mês de Junho, dentre eles o seminário sobre SPED Contábil que se realizará no dia 09 de Maio de 2015 na sede da Associação Comercial.

Qualquer duvida ou denuncia ligue para a Central de Cursos ACIASB
74 3541 3652/9120 5195/8851 4581


Anfilofio de Freitas Neto (Bó)
Presidente ACIASB

PRIMEIRA FEIJOADA EM PROL DO XXIII MARIAMA JOVEM


Dia: 03 de Maio
Local: Diocesano

Venha participar!
Teremos música ao vivo, ótimo momento para estar em família e amigos

DIA 10 DE MAIO INAUGURAÇÃO DO MAIS NOVO ESPAÇO DE EVENTOS DE BONFIM


Venda de mesas no Salão Marivalda.
Mesas limitadas.

SAÚDE: PESQUISADORES BAIANOS DESCOBREM VÍRUS CAUSADOR DE 'DOENÇA MISTERIOSA'


O vírus causador da doença misteriosa que já atingiu 3.500 pessoas na Bahia, segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), foi descoberto pelos pesquisadores Gúbio Soares e Sílvia Sardi, do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). O zika vírus foi identificado esta semana em amostras de sangue de pacientes de Camaçari, por meio de uma técnica chamada RT-PCR. A pesquisa teve apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb).


Segundo Soares, o zika vírus, transmitido pela picada do mosquito aedes aegypti e outros da mesma espécie, provoca um quadro semelhante ao da dengue, já que os pacientes podem apresentar sintomas como febre, diarreia, dores e manchas no corpo. Entretanto, de acordo com o pesquisador, este novo vírus é mais fracos e os sintomas mais brandos. "Zika Vírus não é tão grave quanto Dengue ou Chikungunya, não leva o paciente à morte. O quadro parece alérgico, é mais tranquilo e o tratamento é o mesmo", explica Gúbio. O zika vírus nunca foi detectado no Brasil ou na América Latina. Gúbio Soares falou sobre a importância da detecção e comemorou a descoberta inédita. “Quando você dá um diagnóstico, o paciente já vai mais tranquilo para o hospital. É muito importante para nosso grupo ter descoberto este vírus”, comemorou. Em nota, a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), informou que amostras da doença foram enviadas para o Laboratório Central do Estado (Lacen), em Salvador, a FioCruz, no Rio de Janeiro, e para o Centers for Disease Control and Prevention (CD), nos Estados Unidos. Entretanto, a Sesab afirma que ainda não possui os relatórios laboratoriais.

BN

VEREADOR RÊ DO SINDICATO REALIZA AUDIÊNCIA COM O VICE GOVERNADOR DA BAHIA


Vereador Rê do Sindicato esteve no dias 27 e 28 de abril em Salvador acompanhando de forma sistematizada os andamentos dos projetos nas secretarias do Estado para o desenvolvimento de Senhor do Bonfim.

No dia 27 o parlamentar esteve no Gabinete do Vice Governador da Bahia e Secretário da SEPALN, João Leão, onde o mesmo apresentou as demandas de desenvolvimentos de projetos para o município e na oportunidade o Vice Governador afirmou que quer contribuir com ações com que venha crescer Bonfim economicamente, socialmente e politicamente.

Além da audiência com o Vice Governador, o vereador realizou outras audiências na Secretaria de Desenvolvimento Rural (SRD), CERB, CAR, SEAGRI/SUAF, o Vereador esteve apresentando demandas de projetos de Bonfim em Audiência com o Presidente da Assembléia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo e esteve também no Gabinete do Deputado Estadual, Bobô.

“Estarei de forma sistemática acompanhando os andamentos da execução dos projetos para o avanço da nossa querida Bonfim”, disse o parlamentar.

ASCOM

SAÚDE: ISLAB REALIZA EXAMES DE DENGUE E FEBRE CHIKUNGUNYA RESULTADO EM 24 HORAS


Saiba como diferenciar dengue da febre chikungunya

O mesmo mosquito que transmite a dengue, o Aedes Aegypti, é o transmissor de uma doença nova no Brasil, a febre chikungunya, que surgiu na África e vem avançando pela América do Sul. As duas doenças são bastante parecidas. É preciso estar atento para prevenção e tratamento.

“Ambas têm em comum o agente transmissor, o Aedes Aegypti, e os sintomas que são parecidos, bem como o tratamento. A diferença é que a febre chikungunya é de período mais curto e os sintomas hemorrágicos são menos observados”, esclarece o médico clínico do Hapvida de Belém, Wagner dos Santos. A principal diferença da chikungunya é a sensação de fortes dores nas articulações, com sinais de flogose - vermelhidão, dor, inchaço e calor. As duas doenças são diagnosticadas com exames de laboratório e podem se manifestar em um mesmo paciente. Estes exames já estão disponíveis em todas as Unidades do Laboratório ISLAB, com entrega dos resultados em até 24h.

No caso da dengue, há mais risco da doença evoluir para a forma hemorrágica, com o aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes. “Esse é um quadro grave que necessita de imediata atenção médica, pois pode ser fatal”, enfatiza Alfredo Passalacqua.

Na chikungunya, após o período de incubação que é em média de três a sete dias, a fase aguda é caracterizada principalmente por febre de início súbito e surgimento de intensa artralgia. Essa fase dura, em média, até sete dias. Os pacientes geralmente apresentam febre elevada de início abrupto, poliartralgia, dor nas costas, cefaleia e fadiga. Outros sinais na fase aguda da chikungunya são calafrios, conjuntivite, faringite, náusea, diarreia, neurite, dor abdominal e vômito.

Prevenção

Tanto na dengue quanto na chikungunya a melhor forma de prevenção é a mesma: combater os focos do mosquito transmissor. A proteção se dá, basicamente, combatendo o vetor, em grande parte um dever da população, dando destino adequado ao lixo doméstico, principalmente vasilhames plásticos. É fundamental não permitir em sua residência locais que sirvam de criadouro para o mosquito, uso de repelentes, inseticidas e mosquiteiros.

“Principalmente no caso da febre chikungunya, na confirmação de um doente, é importante isolá-lo para que não seja picado pelo mosquito e assim propagar a doença”, alerta Wagner dos Santos.

Uma vez diagnosticadas por meio de exames, ambas as doenças devem ser tratadas com analgésicos e antitérmicos e hidratação, tanto via oral quando venosa. “É contra indicado o uso de AAS. Há perigo da hemorragia”, reforça Alfredo Passalacqua.

Tanto para a dengue quanto para a chikungunya não há vacina nem antiviral específico. Embora a febre de chikungunya não seja uma doença de alta letalidade, dizem os médicos, ela tem elevada taxa de morbidade associada à artralgia persistente. “Em ambas as doenças as crianças, os idosos e aqueles que sofrem de doenças crônicas são mais suscetíveis a complicações”, conclui Passalacqua.

Em 2014, na cidade de Feira de Santana - Ba, foram notificados 1.439 casos suspeitos da doença, sendo confirmados 1.067 (74,14%) do total. Destes, a predominância foi para o sexo feminino com 721 casos (68,86%) e a faixa etária mais acometida foi a de 20 a 49 anos com 812 (56,67%) casos, afirmou a Secretaria de Saúde do município.