sábado, 3 de setembro de 2016

POLICIAL: POLÍCIA CIVIL PRENDE CASAL ACUSADO DA MORTE DE DANIEL DA CESTA BÁSICA



Na data de 02/09/2016, Policiais Civis do S.I. da 1º Delegacia Territorial da cidade Senhor do Bonfim-BA, após intensa investigação, localizaram JOÃO CARLOS DOS SANTOS FERREIRA E ELIONAI DA SILVA ANTIDIO, VULGO “RAQUEL”, os quais tinham contra si Mandado de Prisão Preventiva decretado pela Juízo Criminal da Comarca de Senhor do Bonfim-BA, após representação da Autoridade Policial, por serem os supostos autores do homicídio praticado em desfavor de DANIEL DE CASTRO ALENCAR, fato ocorrido no dia 29/06/2016, por volta das 19:00hs, na Rua Baixa Fria da Caatinguinha, Itapicuru, Senhor do Bonfim-BA.

Os supostos autores JOÃO CARLOS E ELIONAI fugiram do distrito da culpa, logo após a prática do crime, e estavam em lugar incerto e não sabido, todavia, após investigações incessantes produzidas pelo SI da 1º Delegacia Territorial, no dia de ontem, conseguiram localizá-los na cidade de Prata-MG, que após contato com a Polícia Civil de Minas Gerais, os indivíduos foram presos nesta tarde na referida cidade mineira, e encontra-se a disposição da Justiça. Ascom 19a COORPIN


MATÉRIA RELACIONADA: HOMICÍDIO ENTRE CAATINGIINHA E ITAPICURU ZONA RURAL DE BONFIM


No final da tarde desta quarta-feira (29), aconteceu um homicídio entre os povoados de Caatinguinha e Itapicuru, zona rural de Senhor do Bonfim, de acordo com as informações a vítima DANIEL DE CASTRO ALENCAR, que trabalha com cestas básicas, se encontrava em um veículo tipo Strada de cor vermelha, placa OZL 7514, licença de Senhor do Bonfim foi atacado e ferido com 03 golpes de arma branca, no braço, pescoço e ombro direito, provavelmente ainda dentro de seu veículo, por elementos ainda desconhecidos que levaram seu veículo, que foi encontrado abandonando nas imediações da Fazenda Mamão - Distrito de Carrapichel.

De acordo com a PM, a Guarnição do Sargento César, obteve informações de que um casal havia passado no carro, em alta velocidade no povoado de Itapicuru e populares afirmaram que o casal discutia como se estivesse brigado no interior do veículo.

No local do crime conhecido como Ponta Fria, entre os dois povoados, rastros de sangue por cerca de 10 metros, dão a ideia que a vítima ainda tentou buscar ajuda.

As polícias continuam nas buscas dos autores.

Maravilha Notícias