sexta-feira, 7 de outubro de 2016

ECONOMIA: BANCÁRIOS ACEITAM PROPOSTA DA FENABAN E ENCERRAM GREVE EM JUAZEIRO E REGIÃO


Depois de Assembleia Geral ocorrida na noite da última quinta-feira (06), os bancários de Juazeiro e região aceitaram a proposta apresentada pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e encerraram a greve após 32 dias de braços cruzados, em paralisação geral em todo o Brasil.

A paralisação foi iniciada no dia 6 de setembro e as agências devem voltar a funcionar já nesta sexta-feira (7). Após longas negociações e negativas do Comando Nacional de Greve, a Fenaban apresentou proposta de 8% de reajuste, ainda abaixo dos 14,78% pedido, mas também ofereceu abono de R$ 3,5 mil, reajuste de 15% no vale-alimentação e de 10% no vale-refeição e auxílio-creche/babá para este ano.

Para 2017, o acordo firmado nesta quinta prevê reposição integral da inflação pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais 1% de aumento real.

Além disso, foram feitas propostas relativas às condições de trabalho, como proteção dos funcionários no caso de reestruturação do quadro de funcionários, ampliação de ausências legais e o compromisso de ampliação da inclusão de mulheres nas funções gerenciais.

"Lutamos com determinação pelos nossos direitos. Foi uma greve forte e conseguimos garantir de fato ganhos reais para o próximo ano e mantemos a valorização de vale alimentação, refeição e auxilio creche. Outra conquista durante a greve foi a não compensação dos dias parados. Ficamos gratificados por chegar a um acordo que atenda um pouco a necessidade do trabalhador e trabalhadora”, avalia o Presidente do Sindicato dos Bancários de Juazeiro, Maribaldes da Silva.

Ascom SEEB/Juazeiro Bahia